Globos de Ouro 2021: Vencedores

Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood (Hollywood Foreign Press Association) revelou hoje os vencedores para a 78.ª edição dos Globos de Ouro, a primeira em tempo de pandemia e com transmissão em duas cidades diferentes (Los Angeles e Nova Iorque). A 78.ª edição foi apresentada por Tina Fey e Amy Poehler, numa cerimónia bastante peculiar, com os nomeados todos em videochamada, a partir das suas próprias casas.

“Nomadland” e “Borat, o Filme Seguinte” são os grandes vencedores ao arrecadarem dois Globos de Ouro cada. “Nomadland” venceu nas categorias de Melhor Filme Drama e Melhor Realização (Chloé Zhao), enquanto que “Borat, o Filme Seguinte” venceu os Globos de Melhor Filme Comédia ou Musical e Melhor Ator Comédia ou Musical (Sacha Baron Cohen). Chloé Zhao fez história ao ser a segunda mulher realizadora a vencer o Globo de Melhor Realização desde Barbra Streisand, com “Yentl” (1983).

Andra Day surpreendeu ao vencer na categoria de Melhor Atriz Drama pelo filme The United States vs Billie” e Rosamund Pike na categoria de Melhor Atriz Comédia ou Musical, em “Tudo Pelo Vosso Bem”. A HFPA distingui também Chadwick Boseman, a título póstumo, com o Globo de Ouro de Melhor Ator Drama pelo filme “Ma Rainey: A Mãe do Blues”.

Aaron Sorkin, que venceu o Globo de Melhor Argumento, por “Os 7 de Chicago”, teve um discurso mais político, sobre a invasão do Capitólio nos EUA e sobre a importância de uma democracia forte.

O filme da Pixar, “Soul”, venceu nas duas categorias para que estava nomeado, Melhor Filme de Animação e Melhor Banda Sonora. A Netflix, que era o estúdio com mais nomeações (17), venceu apenas dois Globos de Ouro, com dois filmes.

“Mank”, o filme da Netflix que liderava as nomeações foi o grande perdedor da noite, não tendo conquistado qualquer prémio.

O produtor Norman Lear recebeu o Prémio Carol Burnett, pela sua carreira em televisão, e a atriz Jane Fonda recebeu o Cecil B. deMille pela sua carreira em cinema e pelo seu ativismo.

Os Globos de Ouro 2021 ficaram também marcados por vários polémicas durante a semana, centradas numa investigação do Los Angeles Times, que denunciou várias queixas feitas por membros da HFPA sob anonimato. A HFPA é acusada de ser conservadora, elitista, de praticar bullying entre os seus membros e de má gestão do dinheiro.

Melhor Filme – Drama
Nomadland

Melhor Filme – Comédia ou Musical
Borat Subsequent Moviefilm

Melhor Filme de Animação
Soul

Melhor Filme Estrangeiro
Minari (EUA)

Melhor Realização
Chloé Zhao, por Nomadland

Melhor Atriz – Drama
Andra Day, em The United States vs Billie

Melhor Ator – Drama
Chadwick Boseman, em Ma Rainey’s Black Bottom

Melhor Atriz – Comédia ou Musical
Rosamund Pike, em I Care A Lot

Melhor Ator – Comédia ou Musical
Sacha Baron Cohen, em Borat Subsequent Moviefilm

Melhor Atriz Secundária
Jodie Foster, em The Mauritanian

Melhor Ator Secundário
Daniel Kaluuya, em Judas and the Black Messiah

Melhor Argumento
The Trial of the Chicago 7,
por Aaron Sorkin

Melhor Canção
“IO SÌ (SEEN)” — The Life Ahead

Melhor Banda Sonora
Trent Reznor & Atticus Ross and Jon Batiste, por Soul

Skip to content