West Side Story, O Poder do Cão

Globos de Ouro 2022: “O Poder do Cão” e “West Side Story” são vencedores da 79.ª edição

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), sitiada e atormentada por escândalos, anunciou neste domingo (09) os vencedores da 79ª edição dos Globos de Ouro. Sem transmissão de TV, presença de celebridades ou cobertura da imprensa no local, os vencedores da 79ª edição foram anunciados no site e nas redes sociais da HFPA.

Entre os grandes vencedores da noite, o destaque entre os filmes ficou para O Poder do Cão e West Side Story, cada um com três estatuetas. “Belfast”, um dos títulos mais nomeados da edição, conquistou apenas a categoria de Melhor Argumento (Kenneth Branagh) – o favorito da temporada poderia ser Paul Thomas Anderson por “Licorice Pizza”.

BELFAST (2021)

Sem qualquer surpresa, “Drive My Car“, de Ryusuke Hamaguchi, vence o Melhor Filme Internacional, provando que a indicação japonesa ao Oscar é claramente um favorito a vencer a estatueta; e “Encanto“, produzido pela Walt Disney Animation Studios, vence a Melhor Animação.

encanto-disney-2021-2
Encanto (2021)

A gigante Netflix teve o maior número de indicações para filmes, com 17 acenos para nomes como “O Poder do Cão”, de Jane Campion, “Não Olhem Para Cima”, de Adam McKay, e “Tick, Tick … Boom!”, filme de estreia do renomado Lin-Manuel Miranda e que valeu a Andrew Garfield o mérito de Melhor Ator em Musical/Comédia.

Em números, o grande vencedor da noite foi “O Poder do Cão”, produção da Netflix protagonizada pelo britânico Benedict Cumberbatch e que marca o retorno de Jane Campion à direção após um hiato de 12 anos (dedicando-se apenas à televisão). O filme levou os troféus de melhor drama, melhor ator secundário para Kodi Smit-McPhee e melhor realização para Jane Campion – segundo filme dirigido por uma mulher a ganhar o prémio de melhor drama, depois de “Nomadland – Sobreviver na América”, de Chloé Zhao.

“West Side Story“, versão de Steven Spielberg para o clássico da Broadway dos anos 1950, foi o grande nome da categoria comédia e musical. A produção levou o prémio de melhor filme da categoria, melhor atriz (também de comédia e musical) para Rachel Zegler e melhor atriz secundária para Ariana DeBose.

Numa virada surpreendente, Nicole Kidman recebeu o troféu de Melhor Atriz em Drama pelo seu papel como Lucille Ball em “Being the Ricardos”, de Aaron Sorkin, e Will Smith recebeu o de Melhor Ator em Drama por “King Richard”, de Reinaldo Marcus Green. Assim, superando os favoritos da temporada Benedict Cumberbatch, de “O Poder do Cão” e Kristen Stewart, de “Spencer”.

Being the Ricardos (2021)

Recordamos que a HFPA está atolada numa série de controvérsias sobre a sua falta de diversidade e práticas éticas de má qualidade que levaram a NBC a cancelar a transmissão neste ano de 2022, e fez com que os melhores estúdios e estrelas se comprometessem a não trabalhar com o grupo até que o mesmo instituísse reformas.

Todavia, houve, de facto, uma cerimónia dos Golden Globes realizada no hotel Beverly Hilton no domingo à noite, mas contou com a presença de membros selecionados do HFPA e beneficiários de bolsas. Um representante do HFPA disse ao The Washington Post que o foco principal neste ano foi a filantropia.

Um comunicado à imprensa divulgado após a cerimónia observou que o HFPA doou mais de US$ 50 milhões para instituições de caridade de entretenimento e programas de bolsas de estudo nos últimos 25 anos.

Sendo sincero, os Globos já foram vistos como um termómetro importante para o Oscar, mas não está claro o quão influentes eles serão neste ano. Num sinal de sua relevância diminuída, a Critics Choice Association anunciará suas indicações apenas algumas horas depois que a HFPA revelou suas próprias seleções. Esse tipo de engavetamento seria impensável alguns meses atrás.

Sem mais delongas, aqui estão os vencedores dos Globos de Ouro 2022:

 

Melhor Animação

  • “Encanto”

 

Melhor Filme em Língua Estrangeira

  • “Drive my car” (Ryusuke Hamaguchi, Japão)
     

Melhor Argumento

  • “Belfast” (Kenneth Branagh)

 

Melhor Canção Original

  • No time do die”, de Billie Eilish (“007 — Sem tempo para morrer”) 

 

Melhor Banda Sonora

  • “Duna”, de Hans Zimmer

 

Melhor Atriz Secundária em Filme

  • Ariana DeBose (“West Side Story”

 

Melhor Ator Secundário

  • Kodi Smit-McPhee (“O Poder do Cão”)

 

Melhor Atriz em Filme — Musical ou Comédia

  • Rachel Zegler (“West Side Story”)

 

Melhor Ator em Filme — Musical ou Comédia

  • Andrew Garfield (“Tick, tick… Boom!”)

 

Melhor Filme — Musical ou Comédia

  • “West Side Story” 

 

Melhor Atriz em Filme — Drama

  • Nicole Kidman (“Being the Ricardos”)

 

Melhor Ator em Filme — Drama

  • Will Smith (“King Richard”)

 

Melhor Realização

  • Jane Campion (“O Poder do Cão”)

 

Melhor Filme — Drama

  • “O Poder do Cão” 
Skip to content