IRI 2014_1

Já é conhecido o programa da 11ª edição das Imagens do Real Imaginado (IRI), um Ciclo de Fotografia e Cinema Documental, promovido pelo Departamento de Artes da Imagem da ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo). O tema deste ano é REVOLUÇÕES. “A palavra Revolução, do latim “revolutione”, significa revolver ou revolucionar. Habitualmente associada à transformação radical de uma sociedade, surge também ligada a contextos mais específicos que atravessam de modo transversal a atividade humana. Sem prejuízo das vertentes politica e social, aliás sempre presentes, interessa-nos sobretudo declinar o termo no âmbito das representações do mundo que decorrem do trabalho de criação. Em particular, no campo das imagens e dos sons. E das ferramentas que possibilitam as narrativas desafiadoras da norma. Imagens do Real Imaginado sempre privilegiou a apropriação recíproca das diferentes artes. Essa apropriação, porém, só pode ser justificada em função daquilo que é específico de cada uma delas. Por isso, partindo do princípio segundo o qual há sempre algo de disruptivo na obra dos grandes criadores, cruzamos leituras, percursos e narrativas em busca de um roteiro de reflexão indissociável do prazer do(s) texto(s). Juntamos escritores, cineastas, ensaístas, fotógrafos, atores, coreógrafos. Mas também evocamos a memória de um pintor. Sim, um pintor. Se na edição anterior do IRI o destaque foi para Manoel de Oliveira, cineasta, desta vez vai para Nadir Afonso, pintor. E arquiteto. Um dos grandes vultos da arte contemporânea portuguesa. (…) Nos cursos artísticos uma parte significativa da formação faz-se fora da sala de aula. Este ciclo proporciona uma oportunidade única de aceder a um conjunto notável de obras e de intervenientes dialogando entre si. É uma oportunidade a não perder.”.

O IRI mantém o seu interesse em suscitar questões, quer através da fotografia, quer através do cinema, com conferências, debates, masterclass, exposições e filmes. Do seu programa destaca-se a Masterclass de Huw Davies “Pictures in Motion”; o Projeto Troika (apresentado por Adriano Miranda, Pedro Neves, Lara Jacinto, Paulo Pimenta e António Pedrosa); a projecção do filme de animação “Valsa com Bashir” (2008) de Ari Folman, apresentado por Richard Zimler; a presença de curtas do Cinanima; a estreia do PORTO/POST/DOC., apresentado por Dario Oliveira; a projecção do filme “A imagem que falta” (2013); a Masterclass de José Soudo “Fotografias Efémeras”; e as projecções de dois filmes de Rainer Werner Fassbinder, “Lili Marleen” (1981) e “A saudade de Veronika Voss” (1981).

A sessão de abertura realiza-se no dia 3 de novembro, às 14h30, com a projecção do documentário alemão “Capital de Risco” (2004), de Harun Farocki, e da curta “Gloria Victoria” (2013), de Theodore Ushev apresentado por Nigel Randsley.

“Portanto, diálogos cruzados. Escritores, cineastas, ensaístas, fotógrafos, actores, coreógrafos. Mas também um pintor. Sim, um pintor. Se na edição anterior do IRI o destaque foi para Manoel de Oliveira, cineasta, desta vez vai para Nadir Afonso, pintor. E arquitecto. Nadir, recentemente falecido, é um dos grandes vultos da arte contemporânea portuguesa. O Departamento de Artes da Imagem da ESMAE teve o privilégio de estar envolvido na realização de um documentário e de uma exposição fotográfica sobre a sua vida e obra. Recupera agora a memória do Mestre em colaboração com a Fundação com o seu nome e com a Câmara Municipal de Boticas. Conta, para o efeito, com a participação de Laura Afonso, Maria de Fátima Lambert, Elsa Cerqueira, Bernardo Pinto de Almeida, António Quadros Ferreira e Agostinho Santos.”.

“Não sendo um festival, mas um fórum de reflexão e um lugar de convivialidade, nem por isso Imagens do Real Imaginado prescinde do estreitamento de laços com os festivais de cinema, pelo contrário, dada a função estruturante que se lhes reconhece. Por isso, nesta edição há uma selecção não oficial daquilo que será o Cinanima 2014, com filmes de última geração, bem como a apresentação do PORTO/POST/doc com a ante-estreia de 1989-A statesman opens up de Anders Østergaard, em simultâneo com toda a Europa, seguida de debate em live streaming a partir de Copenhaga.”.

Paralelamente ao IRI, como forma de extensão, está a decorrer desde o dia 24 de outubro, até dia 21 de novembro, a exposição de fotografia “O Real Interpretado”, no Edifício AXA (Porto). A exposição reúne projetos finais de fotografia documental – Mestrado em Comunicação Audiovisual: “A Ilha” de Rafael Farias, “Ex-Voto” de Lucília Monteiro, “Paisagem Souvenir” de Milton Pacheco, “Vestígios” de Adriana de Melo.

Para além da projecção de filmes e de masterclasses, haverá todos os dias de manhã (das 9h às 13h) provas públicas de alunos do Mestrado em Comunicação Audiovisual, onde estes apresentam a sua tese e posteriormente o trabalho prático.

O IRI 2014 decorre de 3 a 8 de novembro, no Porto, na Biblioteca Almeida Garrett, no Auditório Municipal de Boticas e no Centro de Artes Nadir Afonso, com entrada livre.

 

PROGRAMA

03 NOV. SEGUNDA

14H00 – Sessão de Abertura: Capital de Risco, de Harun Farocki; Gloria Victoria, de Theodore Ushev

16H00 – Masterclass de Manuel Loff: Revoluções

17H00 – Projetos finais TCAV (Vídeo)

18H00-  Filme: Pour um seul de mes deux yeux, de Avri Mograbi

21H30 – Filme: O casamento de Maria Braun, de Rainer Werner Fassbinder APRESENTADO POR MÁRIO MOUTINHO

04 NOV. TERÇA

14H30 – Masterclass de Huw Davies: Pictures in Motion

15H30 – Projetos finais TCM (Multimédia)

16H30 – Projeto Troika: Adriano Miranda, Pedro Neves, Lara Jacinto, Paulo Pimenta e António Pedrosa

18H00 – Filme: Valsa com Bashir, de Ari Folman

21H30 – Filme: Lili Marleen, de Rainer Werner Fassbinder

05 NOV. QUARTA

14H30 – Cinanima: Arte e Liberdade

15H45 – Filme: Fogo que não se apaga, de Harun Farocki; Imagens da prisão, de Harun Farocki

17H30 – “A revolução sou eu / I am the revolution Comunicação” de João Leal; “Em revolução: irrupções, incompletudes e espaços entre algumas imagens” Comunicação de Rita C. Neves

18H30 – PORTO/POST/DOC; “1989 – A statesman opens up”, de Anders Østergaard Estreia Mundial; Debate: Live streaming com Jeremy Rifkin (US), Loretta Napoleoni (IT), Poul Nyrup Rasmussen (DK), Lykke Friis (DK)

21H15 – Manual prático de produção: Apresentação do livro de Sandra Lopes

22H00 – Filme: A saudade de Veronika Voss, de Rainer Werner Fassbinder

06 NOV. QUINTA

14H30 – Masterclass de Pedro M. Teixeira: Animação híbrida: o lugar de uma cultura da imagem animada

15H30 – Residência Artística; Entrevista com Skip Lievsay

16H45 – Projetos finais MCA (Cinema)

  • Ninguém Nasce Campeão (2014) de António Abreu
  • A Rapariga que Imaginou um conto (2014) de Sara Allen
  • Bola cá, bola lá (2014) de Luís Sousa
  • Message (2014) de João Miguel Ferreira

18H00 – Filme: A imagem que falta, de Ritty Pan

21H30 – Projetos finais MCA (Cinema)

  • Deus Sabe (2014) de Ricardo Marques
  • Tempos de Bairro (2014) de Sara Azad
  • Cantareira (2014) de Luís Carvalho
  • Pirotecnia (2014) de Luís Silva
  • Memórias de um Filme (2014) de Tiago Resende

07 NOV. SEXTA

14H30 – Masterclass de José Soudo: Fotografias Efémeras15H45 – Debate: Literatura e Banda Desenhada. Apropriações: A Palavra e a Imagem, Mário Cláudio e Eduardo P. Barroso

17H15 – Os homens voltam-se para a geometria como as plantas se voltam para o sol. A Propósito de Nadir Afonso – 1. O homem – Filme: Nadir, de Jorge Campos

18H30 – Os homens voltam-se para a geometria como as plantas se voltam para o sol. A Propósito de Nadir Afonso – 2. A revolução – Laura Afonso, Fátima Lambert, Bernardo Pinto de Almeida, António Quadros Ferreira; Nadir 16.11.10 – Apresentação do livro, de António Quadros Ferreira

21H30 – Projetos finais MCA (Cinema)

  • A Palavra (2014) de Diogo Nóbrega
  • Ventre (2014) de João Filipe Silva
  • Violeta (2014) de Rafaela Morgado
  • Iterance (2014) de Sérgio Miguel Silva

08 NOV. SÁBADO (Centro de Artes Nadir Afonso/Auditório Mun. Boticas)

15H30 – Os homens voltam-se para a geometria como as plantas se voltam para o sol. A Propósito de Nadir Afonso – 3. O regresso às origens – Nadir Afonso: no Tempo e no Lugar Inauguração da exposição fotográfica de Olívia da Silva; Nadir 16.11.10 – Apresentação do livro de António Quadros Ferreira

16H00 – Histórias de Nadir: Contadas por amigos do autor

17H30 – Histórias de Nadir: O tempo não existe [2012. 55’. PT] de Jorge Campos

21H30 – Filme concerto: Utopias (Dimitris Andrikopoulos, Eletrónica; Fernando Ramos, Saxofone; Nuno Aroso, Percussão)

 

IRI 2014_2

Fonte: Imagens do Real Imaginado