Foi hoje anunciado, pelo Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, que o filme italiano “Io sono Li” (“Shun Li and the Poet”), de Andrea Serge, venceu o Prémio LUX 2012, atribuído anualmente pelo Parlamento Europeu. O vencedor, eleito pelos membros do Parlamento Europeu, vai ser legendado e distribuído pelos países oficiais da União Europeia. “Io sono Li” está nomeado para um Prémio do Cinema Europeu, na categoria de Melhor Compositor (François Couturier). Nesta sexta edição dos Prémios LUX estiveram ainda nomeados dois filmes, o húngaro “Just the wind” de Bence Fliegau e o português “Tabu” de Miguel Gomes, que foi o segundo filme português a ser finalista, depois de “Belle Toujours” (2007) de Manoel de Oliveira.