Há mais novidades sobre a sequela de “Chama-me Pelo Teu Nome”. Já se sabe que o romance entre Elio (Timothée Chalamet) e Oliver (Armie Hammer) terá como pano de fundo a cidade de Paris.

Luca Guadagnino revelou que “a sequela (apesar de eu não gostar de a chamar assim, vejo-a como um ciclo) vai acontecer em Paris. Começa por mostrar Elio a chorar e com uma luz a brilhar nos seus olhos. Então, o público questiona se estamos no mesmo ponto onde o deixámos [no filme original]. Não, ele está a chorar porque viu “Once More” (1988), obra-prima de Paul Vecchiali. Combina com a personagem, é melancólica como ele”, contou o cineasta.

A sequela ainda não tem sinal verde oficial, mas Timothée Chalamet e Armie Hammer já disseram que alinham num novo filme. Para além disso, o realizador Luca Guadagnino quer ter a atriz Dakota Johnson na obra para interpretar a esposa de Oliver e este também já revelou ter intenções de fazer várias sequências adaptando o epílogo da obra original. A ideia será criar uma lógica semelhante à trilogia de Richard Linklater “Antes do Amanhecer” (1995), “Antes do Anoitecer” (2004) e “Antes da Meia-Noite” (2013).

Por fim, o escritor egípcio André Aciman anunciou estar a escrever uma sequela do livro que inspirou “Chama-me Pelo Teu Nome”.

Este artigo foi originalmente publicado na Comunidade Cultura e Arte, tendo sido aqui reproduzido com a devida autorização.