“Klaus: A Origem do Pai Natal” é o novo filme original da Netflix, um filme de animação criado e realizado pelo espanhol Sergio Pablos, co-criador de “Gru – O Maldisposto”.

Jesper é considerado o pior aluno na escola para carteiros e é enviado para Smeerensburg, uma ilha gelada sob o Círculo Polar Ártico, onde os habitantes mal trocam duas palavras, quanto mais uma carta. Jesper está prestes a desistir quando conhece a professora Alva. Também descobre Klaus, um misterioso carpinteiro que vive sozinho numa cabana cheia de brinquedos feitos à mão. Estas amizades improváveis fazem com que as gargalhadas regressem a Smeerensburg, criando assim um novo legado de vizinhos generosos, tradições mágicas e meias carinhosamente penduradas na chaminé.

“Klaus: A Origem do Pai Natal” é uma história original de Sergio Pablos, que assume ainda o argumento com Zach Lewis e Jim Mahoney. O filme foi realizado na íntegra nos SPA Studios, em Madrid, com uma equipa de artistas provenientes de mais de 22 países e conta com o envolvimento direto de dois portugueses: Sérgio Martins, Animation Supervisor e Edgar Martins, Supervisor do Story Department.

Com um estilo de animação diferente, que combina técnicas tradicionais de desenho 2D com a tecnologia mais avançada, “Klaus: A Origem do Pai Natal” estreia a 15 de novembro, só na Netflix.