“Mad Max: Estrada da Fúria” venceu os prémios de Melhor Filme do Ano, Melhor Realizador (George Miller) e Melhor Ator Britânico (Tom Hardy) nos London Film Critics Circle Awards 2016. Já o filme “45 Anos” foi premiado como o Melhor Filme Britânico, Melhor Atriz do Ano (Charlotte Rampling) e Melhor Ator do Ano (Tom Courtenay).

 

Melhor Filme do Ano

Mad Max: Fury Road

Melhor Filme Britânico/Irlandês do Ano

45 Years

Melhor Realizador do Ano

George Miller, por Mad Max: Fury Road

Melhor Atriz do Ano

Charlotte Rampling, em 45 Years

Melhor Ator do Ano

Tom Courtenay, em 45 Years

Melhor Atriz Britânica/Irlandesa do Ano

Saoirse Ronan, em Brooklyn

Melhor Atriz Secundária do Ano

Kate Winslet, em Steve Jobs

Melhor Ator Secundário do Ano

Mark Rylance, em Bridge of Spies

Melhor Jovem Intérprete Britânico/Irlandês do Ano

Maisie Williams, em The Falling

Melhor Ator Britânico/Irlandês do Ano

Tom Hardy, em Legend, London Road, Mad Max: Fury Road e The Revenant

Melhor Argumentista do Ano

Tom McCarthy e Josh Singer, por Spotlight

Melhor Prémio Técnico

Ed Lachman (diretor de fotografia), por Carol

Melhor Filme Estrangeiro do Ano

The Look of Silence (Dinamarca)

Melhor Documentário do Ano

Amy

Melhor Curta Britânica/Irlandesa

Stutterer, de Benjamin Cleary

Melhor Realizador Britânico/Irlandês Revelação

Jon Maclean, por Slow West