Federação Portuguesa de Cineclubes (FPCC), em co-produção com a Medeia Filmes, apresenta no próximo dia 18 de setembro às 21h30 a entrega do Prémio António Loja Neves. Este é um prémio que visa homenagear o Cinema Africano de Expressão Lusófona e, de forma póstuma, um grande promotor destas cinematografias.

O filme vencedor desta primeira edição do Prémio é “Mabata Bata”, realizado por Sol de Carvalho (Moçambique, co-produção Promarte e Bando à Parte). O Júri, constituído por Isabel Santos, Luís Filipe Rocha e Paulo Trancoso, considerou: “Um filme que se destaca pela sensibilidade do seu olhar humanista e solidário e pela actualidade da sua temática, mesclando com inteligência e delicadeza a tradição cultural africana com as feridas recentes e ainda não saradas da guerra civil em Moçambique.”

A cerimónia terá lugar no Espaço Nimas, em Lisboa, e contará com a presença de Sol de Carvalho, realizador premiado, e do produtor Ricardo Freitas. Seguir-se-á a exibição do filme premiado, Mabata Bata.

Este filme é baseado no conhecido conto de Mia Couto escrito em 1986, O Dia Em Que Explodiu Mabata Bata. É a adaptação do realizador Sol de Carvalho da história de Azarias, um jovem pastor órfão que um dia vê o seu melhor boi, Mabata Bata, explodir devido a uma mina terrestre deixada pelos combatentes da guerra que decorre no país. Este terrível acontecimento espoleta uma fuga para a floresta (por o rapaz temer represálias), seguido de um resgate, por parte da avó e do tio, que o tentam convencer a voltar.

Fonte: Federação Portuguesa de Cineclubes