A mega produção portuguesa de Paulo Branco, “Linhas de Wellington” de Valeria Sarmiento, ultrapassou a margem dos 20 mil espectadores em onze dias de exibição. Só na primeira semana mais de 15 mil pessoas viram o filme. Segundo os dados do ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual), “Linhas de Wellington” ocupa o sexto lugar do ranking dos filmes nacionais estreados em 2012 (até 14 de outubro), com 20.393 espectadores e uma receita bruta no valor de 99.873,03€. Estes valores são positivos e bem superiores ao filme “Mistérios de Lisboa” (2010) de Raúl Ruiz, que registou apenas 14.270 espectadores.

 

“Linhas de Wellington” tem recebido boas críticas e espera-se que o número de espectadores venha a crescer bastante, tendo em conta que o filme tem feito uma digressão nacional, pois “é intenção e estratégia da produtora e distribuidora levar o filme a todos os que o queiram ver e em zonas onde nem sempre existe programação regular de cinema (…) Estas sessões serão seguidas de uma conversa informal com alguns dos actores do filme (que conta com um elenco de luxo), que nos darão a conhecer algumas das histórias e curiosidades desta grande produção, uma das maiores na história do cinema português com um carimbo artístico extraordinário, que aborda um período de extrema relevância na nossa história.”.

 

O primeiro lugar do ranking dos filmes nacionais estreados em 2012 (até 14 de outubro), segundo o ICA, continua a ser ocupado por “Morangos com Açucar – O Filme”, com 232.419 espectadores e “Florbela”, que ocupou durante algum tempo essa posição, está em terceiro  lugar, com 40.714 espectadores.