Mais de 20 mil pessoas já viram “Florbela”

Era algo que se esperava à bastante tempo, “Florbela”, de Vicente Alves do Ó, ultrapassou a margem dos 20 mil espectadores em menos de um mês. Segundo os dados do ICA (Instituto do Cinema e Audiovisual) recolhidos no fim-de-semana de 22 a 25 de março o filme totalizou 20.901 espectadores e 92.383,10€ de receita bruta, continuando a liderar a lista de filmes nacionais mais vistos de 2012, até ao momento. Assim, ultrapassa o líder nacional de 2011, “Sangue do Meu Sangue”, de João Canijo, que foi visto por 20.262 espectadores, o filme português mais visto desse ano. Nesse fim-de-semana, “Florbela”, foi o 10º filme mais visto. Já no quadro de filmes nacionais mais vistos de 2004/2012 ocupa o 22º lugar, numa lista de 40 filmes.

 

O segundo lugar, de filmes nacionais mais vistos de 2012, é ocupado por “O que há de novo no amor?” com apenas 2.123 espectadores, e em terceiro lugar está “Em Câmara Lenta” com apenas uns míseros 837 espectadores. É preciso também entender que ao contrário do que aconteceu com estes dois filmes, “Florbela” recebeu uma forte campanha publicitária por todo o país, nos jornais, revistas e televisão. Um dos grandes problemas do cinema português é que ele não é suficientemente divulgado, pelo que “Florbela” conseguiu muito bem contornar isso.

 

Obviamente estes valores vão continuar a crescer até ao final do ano, pois “Florbela” irá continuar adoptar o sistema, criado por João Botelho com o filme “Filme do Desassossego”, ou seja, será possível ver pelo circuito comercial (cinemas Lusomundo) e em anfiteatros e salas de espectáculo por várias câmaras e juntas de freguesia do país. “Florbela” tem recebido boas críticas por parte da imprensa e do público em geral.