Morreu aos 98 anos, no passado dia 15 de fevereiro, o ator norte-americano George Gaynes, conhecido sobretudo pelo seu papel de comandante Lassard nos sete filmes de “Academia de Polícia”.

Nascido em 1917, na Finlândia, começou a sua carreira de ator e cantor nos musicais da Broadway nos anos 1940 e 1950. Do palco passou para a televisão onde viria a dedicar grande parte da sua vida profissional, tendo entrado em séries como “The Defenders”, “Missão: Impossível”, “Bonanza”, “Hawaii Five-O”, “General Hospital”, “Search for Tomorrow” e “Chicago Hope”. Mas foi sobretudo pela sua participação na série “Punky Brewster” (1984) que é ainda hoje lembrado.

No cinema, estreou-se em “A Jaula do Amor” (1964), de René Clément, tendo-se seguido filmes como “O Nosso Amor de Ontem” (1973), “O Vendedor de Sonhos” (1976), “O Vendedor de Sonhos” (1976), “Tootsie – Quando Ele Era Ela” (1982) e “Cliente Morto Não Paga a Conta” (1982). Em 1984, aos 67 anos de idade, Gaynes deu vida ao despistado comandante Lassard nos sete filmes de “Academia de Polícia”, pelo que é ainda hoje lembrado pela sua interpretação nos filmes: Academia de Polícia” (1984), Academia de Polícia 2: A Primeira Missão” (1985), Academia de Polícia 3: De Volta aos Treinos” (1986), Academia de Polícia 4: A Patrulha do Cidadão” (1987), Academia de Polícia 5: Missão em Miami” (1988), “Academia de Polícia 6: Cidade Sitiada” (1989) eAcademia de Polícia: Missão em Moscovo” (1994).