Morreu Michel Galabru

Morreu no dia 4 de janeiro, aos 93 anos, o ator francês Michel Galabru, um dos mais populares atores de comédia pelo público francês, quer no cinema, quer no teatro e na televisão.

Nascido em Marrocos em 1922, Galabru iniciou a sua carreira no cinema logo no inicio dos anos 1950. Mas só ganhou fama nos anos 1960 ao trabalhar ao lado do grande Louis de Funes, em “O Gendarme de Saint Tropez” (1964). Depois deste seguiram-se uma série de filmes Gendarme, onde Galabru interpreta o papel do polícia Jérôme Gerber: “O Gendarme em Nova Iorque” (1965), “O Gendarme Casa-se” (1968,), “O Gendarme em Férias” (1970), “O Gendarme e Os Extra Terrestres” (1979), e “O Gendarme e as Gendarmetas” (1982).

Ao longo da sua carreira participou de mais de 200 filmes, dos quais se destacam as suas participações nos filmes, “A Guerra dos Botões” (1962), a trilogia “A Gaiola das Malucas” (1978,1980,1985), “Subterrâneo” (1985), “Belle Epoque – A Bela Época” (1992), “Astérix & Obélix Contra César” (1999), “Bem-vindo ao Norte” (2008) e “O Menino Nicolau” (2009). Em 1977 recebeu o prémio César de Melhor Ator pela sua interpretação em “O Juiz e o Assassino” (1976), de Bertrand Tavernier.

Teve também uma carreira de sucesso no teatro, tendo aliás recebido em 2008, aos 85 anos, o prémio Molière de Melhor Ator, pelo seu papel em “Les chaussettes opus 124”.