Morreu esta sexta-feira, em Los Angeles, o ator norte-americano Robert Forster, que recebeu uma nomeação ao Óscar de Melhor Ator Secundário pelo seu papel em “Jackie Brown” (1997), aos 78 anos, vítima de um tumor no cérebro.

Nascido em Rochester, em 1941, Robert teve uma longa carreira, tanto no cinema quanto na televisão, embora apenas na década de 90 tenha ficado mais conhecido pelo público, pela sua participação no filme de Quentin Tarantino, “Jackie Brown”.

Estreou-se no cinema em 1967 com “Reflexos num Olho Dourado”, de John Huston, tendo contracenado com Elizabeth Taylor e Marlon Brando. Um ator versátil, que se dividia entre papéis secundários e principais, que participou em filmes como “Hollywood Harry” (1986), de Robert Forster (o único filme que o próprio realizou), “Psico” (1998), de Gus Van Sant, “Mulholland Drive” (2001), de David Lynch, “Natureza Humana” (2001), de Michel Gondry, e “Os Descendentes” (2011), de Alexander Payne.

Forster participou na série “Breaking Bad” (2008-2013), tendo tido recentemente uma participação no filme “El Camino: Um Filme de Breaking Bad” (2019), estreado esta semana na Netflix.