Morreu no passado dia 20 de abril o realizador britânico Guy Hamilton, aos 93 anos. Com uma carreira com de mais de vinte filmes, entre os anos 1950 e 1980, Hamilton foi o realizador responsável por quatro filmes da série James Bond, “007 – Contra Goldfinger” (1964), “007 – Os Diamantes São Eternos” (1971), “007 – Vive e Deixa Morrer” (1973) e “007 – O Homem da Pistola Dourada” (1974). Dirigiu portanto, nos dois primeiros filmes, o ator Sean Connery e nos dois últimos o ator Roger Moore.

Começou a trabalhar no cinema como assistente de Carol Reed (“O Terceiro Homem” (1949)) e John Huston (“A Rainha Africana” (1951)), tendo realizado o seu primeiro filmes, “O Incógnito”, em 1952. Da sua obra destacam-se filmes como “Conselho de Guerra” (1964), “O Meu Funeral em Berlim” (1966), o épico da segunda guerra mundial “A Batalha de Inglaterra” (1969), “Morte ao Sol” (1982) e “Os Comandos de Navarone” (1978).

Ao longo da sua carreira dirigiu sempre grandes nomes do cinema como Michael Caine, Robert Mitchum, Robert Shaw, Angela Lansbury, Peter Ustinov ou Harrison Ford.