Morreu Ray Stevenson, ator de “Thor”, “RRR” e “Punisher: Em Zona de Guerra”

Ray Stevenson March 18 2014 scaled 1 Ray Stevenson March 18 2014 scaled 2

Ray Stevenson, ator conhecido por seus papéis em filmes como “Os Três Mosqueteiros”, “Thor”, “RRR”, “Kill the Irishman” e na franquia “Divergente”, faleceu aos 58 anos.

A notícia de sua morte foi inicialmente relatada pelo canal italiano Repubblica, que afirmou que Stevenson morreu durante as filmagens de um projeto na ilha de Ischia, após ser hospitalizado na tarde de sábado, 20 de maio.

Posteriormente, o The Wrap confirmou a morte de Stevenson, porém a causa do falecimento não foi divulgada no momento. O Decider tentou entrar em contato com o representante de Stevenson para comentar sobre o assunto, mas não obteve resposta.

Stevenson iniciou sua carreira no início dos anos 90 com uma participação em “A Woman’s Guide to Adultery”. Posteriormente, ele apareceu em programas como “Murphy’s Law” e na série “Roma” da HBO, na qual interpretou o personagem Titus Pullo de 2005 a 2007.

 

No cinema, obteve alguns papéis de destaque como em “Livre para Voar”, de Paul Greengrass, além de ter aparecido em filmes como: “Agentes de Reserva”, comédia do nomeado aos Óscares Adam McKay, “O Livro de Eli”, dos irmãos Hughes, protagonizado por Denzel Washintgon e Gary Oldman, e “Thor”, de Kenneth Branagh, onde interpretou o personagem Volstagg. Ele reprisou esse papel nas sequências “Thor: O Mundo das Trevas”, de Alan Taylor e “Thor: Ragnarok”, de Taika Waititi.

Stevenson também apareceu na série de filmes “Divergente”, interpretando Marcus na primeira parte ao lado Kate Winslet, e retornando ao papel em 2016 em “Convergente: Parte 1”, de Robert Schwentke.

 

Ele também estrelou o filme “Punisher: Em Zona de Guerra”, de Lexi Alexander.

 

Outros créditos notáveis de Stevenson incluem papéis em séries como “Dexter”, “Black Sails” e “Medici”, assim como em “The Spanish Princess” e “Vikings”.

 

Ele também fez parte do elenco do épico “RRR”, de S. S. Rajamouli, nomeado ao Óscar de Melhor Filme Internacional, no qual interpretou Scott Buxton.

 

 

Skip to content