first-love-Takashi-Miike-motelx-1

MOTELX 2020: Novidades

Regressa ao Cinema São Jorge a 14.ª edição do MOTELX – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, entre 7 e 14 de setembro, com uma retrospetiva sobre o racismo e o cinema de terror, filmes de Pedro Costa, o regresso de Takashi Miike, curtas experimentais de terror e um número recorde de filmes realizados por mulheres.

O MOTELX apresentou as primeiras novidades de um programa para oito dias de um evento que vai cumprir as recomendações de segurança, com sessões mais espaçadas e de lotação reduzida, e com mais dois dias extra para que o público possa desfrutar do festival com todo o conforto e segurança.

Atento aos movimentos sociais atuais, o festival vai apresentar a retrospetiva “Pesadelo Americano: O Racismo e o Cinema de Terror”, uma seleção de 7 filmes precursores do movimento Black Lives Matter, cujo olhar crítico propõe um acerto de contas com a história. São eles “The Intruder” (1962), de Roger Corman, “Ganja & Hess” (1973), de Bill Gunn, “White Dog” (1982), de Samuel Fuller, “The People Under the Stairs” (1991), de Wes Craven, “Candyman” (1992), de Bernard Rose, “Tales from the Hood” (1995), de Rusty Cundieff, e “Get Out” (2017), de Jordan Peele.

A principal secção do festival, Serviço de Quarto, apresenta: “First Love”, de Takashi Miike, “But Boy”, de Tyler Cornack, “Darkness”, de Emanuela Rossi, “La Llorona”, de Jayro Bustamante, “The Intruder”, de Natalia Meta, “Relic”, de Natalie Erika James, “Saint Maud”, de Rose Glass, “Scream, Queen! My Nightmare on Elm Street”, de Roman Chimienti e Tyler Jensen, “Sanzaru”, de Xia Magnus, “The Trouble With Being Born”, de Sandra Wollner.

A secção Quarto Perdido, com clássicos esquecidos dos primórdios do cinema de género português, tem como convidado o cineasta Pedro Costa. Este ano intitulada “Pedro Costa – Filmar as Trevas”, o realizador vai abordar em conversa a sua declarada afinidade com o universo do terror e do fantástico e serão exibidos os filmes “Ne Change Rien” (2009) e “Cavalo Dinheiro” (2014).

O MOTELX apresenta pela primeira vez um programa de Curtas Experimentais, dedicado a narrativas alternativas que usam técnicas revolucionárias para criar novas linguagens e pesadelos transcendentais.

A 14.ª edição vai ter ainda um aquecimento, o Warm-Up MOTELX, com cinema ao ar livre no Largo Trindade Coelho, e com outras iniciativas únicas pela cidade de Lisboa, a decorrer de 3 a 5 de setembro.

motelx-2020-cartaz

Fonte: MOTELX