Netflix comprou o histórico Egyptian Theatre

A Netflix comprou finalmente o Egyptian Theatre, um marco da história de Hollywood, que desde abril de 2019 andava em negociações. A plataforma de streaming divulgou a notícia na sexta-feira num comunicado de imprensa. A venda, cujo montante não foi revelado, permite à Cinemateca Americana programar anonimamente as salas de cinema às sextas, sábados e domingos, enquanto a Netflix paga por renovações e usa as salas durante a semana para eventos especiais e estreias.

O cinema Egyptian Theatre foi entregue à Cinemateca Americana nos anos 90. Oficialmente, esta ficou contente com a compra, pois vai ajudar à continuação da preservação do palácio da era do cinema mudo, algo benéfico depois de muitos anos de problemas financeiros da cinemateca, quase a chegar a uma crise. No entanto, os críticos estão a levantar preocupações, pois a propriedade será exposta aos caprichos da corporação, queixando-se da falta de transparência nesta venda. Mais de 2800 pessoas assinaram uma petição que insiste na realização de uma reunião pública em que se explique os problemas e os planos futuros para o Egyptian Theatre, sendo que muitos até se manifestaram contra esta venda.

Ken Bernstein, o principal planeador de cidades do gabinete de recursos históricos de Los Angeles, diz que existem regras para a modificação da arquitetura do cinema, pois é um marco histórico, tanto individualmente, como para o distrito de Hollywood. A Netflix não indicou que estaria a pensar nesses tipos de mudanças.

Os cinéfilos preocupam-se que esta venda signifique que haverá menos programação por parte da Cinemateca Americana, no entanto, esta divulgou que a programação irá aumentar, incluindo exibições durante o dia, eventos, e exibições educacionais para escolas.

Egytpian Theater” nasceu nos anos 20 e serviu como sede de muitas estreias de produções de Hollywood, como, por exemplo, o filme “Robin dos Bosques, em 1922. A Cinemateca completou, em 1998, um projeto de restauração com um orçamento de 12,8 milhões de dólares.