Drive My Car, Ryûsuke Hamaguchi

New York Film Critics Circle 2021: Drive My Car é Melhor Filme

Por tradição, o New York Film Critics Circle (NYFCC) – a Associação de Críticos de Nova Iorque – é mais um dos grandes anunciadores do Oscar, com suas escolhas para os melhores filmes e performances o NYFCC valida a construção da lista de possíveis postulantes ao Oscar 2022. O anúncio de sexta-feira (dia 3), marca a terceira parada da temporada de grandes prémios na semana pós-Ação de Graças, e “Drive My Car” foi eleito o Melhor Filme.

O ano corre bem para o realizador Ryûsuke Hamaguchi que termina um incrível 2021 com a adaptação cinematográfica do obra do mestre Haruki Murakami, o filme “Drive My Car“. O filme é vencedor do Melhor Argumento, do Prémio do Júri Ecuménico e do Prémio da Crítica Internacional Fipresci no Festival de Cinema de Cannes de 2021 e é a nomeação japonesa à categoria de Melhor Filme Internacional da Academia. Em Portugal, o Festival LEFFEST dedicou, na edição deste ano que decorreu entre 10 e 21 de Novembro, a Secção de Homenagem e Retrospectiva ao realizador japonês que participou em conversas.

 

O Gotham Awards chegou primeiro, dando o prémio de Melhor Filme para The Lost Daughter de Maggie Gyllenhaal, enquanto o National Board of Review foi com Licorice Pizza de Melhor Filme e Paul Thomas Anderson de Melhor Realizador. A temporada de prémios começou bem para Maggie Gyllenhaal, pois já os Gotham Awards a premiaram tanto pelo filme, quanto realização, argumento e melhor desempenho com Olivia Colman.

THE LOST DAUGHTER: OLIVIA COLMAN as LEDA. CR: YANNIS DRAKOULIDIS/NETFLIX © 2021.

Contrariamente ao National Board of Review, o regresso de Jane Campion com o dramático western “O Poder do Cão” não foi esquecido e premiado com melhor realização, melhor ator secundário para Kodi Smit-McPhee, e melhor ator para Benedict Cumberbatch.

The Power of the Dog, de Jane Campion

Fundado em 1935, o NYFCC é composto por publicação de jornais e semanais, revistas e publicações online. O NYFCC é conhecido por homenagear grandes postulantes ao Oscar (por exemplo, “O Irlandês”, de Martin Scorsese, venceu na categoria de Melhor Filme em 2019) e também por fazer algumas escolhas não convencionais e adoradas.

As escolhas do grupo para Melhor Atriz incluíram Sidney Flanigan por “Never Rarely Things Always”, de Eliza Hittman; Lupita Nyong’o por “Us”, de Jordan Peele; e Regina Hall por “Support the Girls”, de Andrew Bujalski. A NYFCC premiou de maneira memorável Tiffany Haddish com o prémio de Melhor Atriz Secundária por “Viagem das Garotas”, de Malcolm D. Lee, em 2017. Embora nenhuma dessas atuações tenha resultado em indicações ao Oscar, suas vitórias na NYFCC aumentaram o seu potencial na corrida pelos prémios.

Os vencedores de atuação incluem Flanigan, Delroy Lindo e Chadwick Boseman todos por “Da 5 Blood – Irmãos de Armas”, de Spike Lee, e Maria Bakalova por “Borat, o Filme Seguinte: Entrega de Suborno Prodigioso a Regime Americano Para Fazer Benefício à Outrora Gloriosa Nação do Cazaquistão, de Jason Woliner. Apenas Bakalova conseguiu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Secundária, embora Boseman tenha sido indicado postumamente ao Oscar de Melhor Ator, por Ma Rainey: A Mãe do Blues”, de George C. Wolfe.

O vencedor do NYFCC de Melhor Filme no ano passado foi “First Cow: A Primeira Vaca“, de Kelly Reichardt. Zhao foi eleita a Melhor Realizadora por “Nomadland” e repetiu sua vitória nesta categoria no Oscar. Em edições passadas, os vencedores da NYFCC foram “O Irlandês” (2019), de Martin Scorsese, “Roma” (2018), de Alfonso Cuarón, “Lady Bird” (2017), de Greta Gerwig, “La La Land” (2016), de Damien Chazelle, “Carol” (2015), de Todd Haynes e “Boyhood” (2014), de Richard Linklater.

 

Confira os vencedores da edição de 2021:

 

Melhor Filme: “Drive My Car”.

Melhor Fotografia: Janusz Kamiński, por “West Side Story”.

Melhor Argumento: Paul Thomas Anderson, por “Licorice Pizza”.

Melhor Primeiro Filme: Maggie Gyllenhaal, por “A Filha Perdida”.

Melhor Realização: Jane Campion, “O Poder do Cão”.

Melhor Filme de Animação: “A Família Mitchell e a Revolta das Máquinas”.

Melhor Ator: Benedict Cumberbatch, “O Poder do Cão”.

Melhor Atriz: Lady Gaga, “Casa Gucci”.

Melhor Filme de Não-Ficção: “Flee”.

Melhor Atriz Secundária: Kathryn Hunter, “The Tragedy of Macbeth”.

Melhor Filme de Língua Estrangeira: “The Worst Person in the World”.

Melhor Ator Secundário: Kodi Smit-McPhee, “O Poder do Cão”.

 

Skip to content