No dia 28 de dezembro, o Centro Cultural de Belém, em parceria com a Midas Filmes, vai exibir em versão digital restaurada um dos grandes clássicos da Walt Disney: “Fantasia” (1940).

“Nesta deslumbrante experiência de imagem e som, alguns dos maiores temas da música clássica são interpretados numa coleção de mágicos segmentos de animação, ambiente e personagens que, a partir deste filme, perpetuam o inconfundível estilo e imaginário fantástico de Walt Disney.” Fonte: CCB

Constituído por oito segmentos animados acompanhados por música clássica, “Fantasia” foi a terceira longa-metragem da Walt Disney.

Sob a liderança de Leopold Stokowski, este filme-sinfonia delicia-nos com Bach, Tchaikovsky, Dukas, Stravinsky, Ponchielli, Mussorgsky, Schubert e Beethoven. Se o termo “audiovisual” encerra algum significado mais vasto, mais fantástico, certamente “Fantasia” é a chave para o descodificar.

Quando estreou nos cinemas, em 1940, não teve muito sucesso. Porém, com “Fantasia”, a Disney marcava uma forte posição, e um enorme risco, enquanto estúdio. A partir da década de 90, com o VHS, teve, por fim, o seu merecido sucesso, quer da parte do público, quer da crítica.

Em 1999, a Disney lançou “Fantasia 2000”, que possui sete segmentos animados.

A sessão, para miúdos e graúdos, decorre no dia 28 de dezembro às 16h no Grande Auditório.