O Museu Chaplin’s World, que apresenta a vida e obra de Charles Chaplin, vai abrir finalmente as suas portas no dia 17 de abril, depois de mais de quinze anos de trabalho e planeamento, dos quais sete desses anos foram gastos com os tribunais suíços em processos e licenças de construção.

O Museu situa-se na sua casa na pequena vila Corsier-sur-Vevey, na chamada Riviera Suíça. Casa onde passou os últimos 25 anos da sua vida, depois de ter sido impedido de entrar nos EUA nos anos 1950 por suspeitas de ser simpatizante comunista, com a sua mulher Oona e os seus oito filhos, até 1977 (ano da sua morte). A casa ficou abandonada desde 2008, pelo que precisou de levar um gran de trabalho de renovação.

Chaplin World 2

Com vista para o Lago de Genebra, a grande mansão neo-clássica (do século XVIII) onde Chaplin viveu com a sua família os últimos anos de vida, vai transformar-se numa parte do museu, e a outra parte será num edifício em separado que irá dedicar-se à sua obra feita em Hollywood.

Os visitantes poderão também obter um vislumbre das origens humildes do artista em Londres e a sua espetacular ascensão para se tornar numa das maiores lendas e mais influentes na história do cinema.

O projecto do arquitecto suíço Philippe Meyle e o investimento superior a 50 milhões de francos suíços (cerca de 41 milhões de euros) deram forma a um espaço museológico, com cerca de 14 hectares, que inclui centro de interpretação e parque temático e está dotado de sofisticadas tecnologias de comunicação interactiva e virtual em 3D.

“Nenhum outro museu na Suíça irá atrair pessoas do outro lado do planeta”, afirma Yves Durand, o empresário cultural canadiense que criou o projecto em 2000 juntamente com o arquiteto Philippe Meylan“O nosso objetivo é fazer do Chaplin’s World um dos espaços culturais mais importantes da Suíça”, afirma Durand.

Este museu promete uma experiência de multimédia única e rica sobre a vida e obra de Chaplin, que reúne um grande espólio de fotografias, películas e documentos. “Uma grande variedade de descobertas, experiências e emoções evocadas através de métodos de comunicação interativa e virtuais.”

Chaplin World 3

“A forma como o mundo inteiro vê o artista e cineasta, o prestígio associado à sua arte, para não mencionar suas excelentes qualidades humanitárias famosos no mundo inteiro, serve para posicionar o Museu na vanguarda do turismo suíço.”

O Chaplin’s World é mais do que um museu. É também um centro cultural, com constante mudança exposições permanentes e temporárias, apresentações cinematográficas, um fórum ao ar livre, programas culturais, vários festivais e uma galeria de arte atraindo os melhores artistas gráficos de todo o mundo. Oferece ainda um parque coberto de árvores com mais de 60 000m² e um café-restaurante que irá servir comida ‘inspirada em Chaplin’ durante o dia. À noite, transforma-se num restaurante gourmet.

O Museu Chaplin’s World abre dia 17 de abril de 2016, apenas um dia após a data do seu 127º aniversário (16 de abril de 1889), e será certamente um lugar obrigatório a visitar!

Ver Site