O muito recente vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza 2018“Roma”, de Alfonso Cuarón, é o candidato do México ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro e possivelmente, se for nomeado, às categorias de Melhor Filme, Melhor Realizador e a outras categorias dos Óscares, segundo o IndieWire.

A Netflix, a distribuidora do filme, conseguiu candidatar o seu filme de língua espanhola, “Roma”, à corrida dos Óscares a tempo, tendo este estreado a 24 de agosto na Cidade do México, dois dias antes do prazo da candidatura ser elegível.

Produzido pela Participant Media este filme a preto e branco é uma homenagem à família do cineasta por ser baseado nas memórias de Alfonso Cuarón durante os anos 1970, na Cidade do México. Não se sabe ainda em quais e em quantas salas de cinema irá estrear, mas a Netflix já adiantou que o filme chegará a alguns cinemas e à sua plataforma de streaming a 14 de dezembro.

“Roma” é apontado como um dos grandes favoritos aos Óscares de 2019, sendo muito provável que o México vença pela primeira vez o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. Depois de ter sido exibido recentemente no TIFF (Festival de Toronto) a Netflix está a fazer tudo o que pode para que o novo filme do realizador mexicano seja nomeado a mais categorias dos Óscares.

Cuaron disse que o filme é em grande parte autobiográfico, baseado em sua criação no subúrbio cigano da Cidade do México.

“Yalitza Aparicio retrata uma babá que trabalha para uma família de classe média alta que ajuda a mãe (Marina de Tavira) num momento turbulento, enquanto o patriarca da família faz uma longa viagem de negócios.”