1   +   5   =  

A cerimónia mais aguardada do ano realiza-se hoje, no Dolby Theatre, em Los Angeles, para receber a 92.ª edição dos Óscares, os prémios mais desejados de Hollywood. A transmissão será feita em direto, às 17 horas locais, para mais de 225 países, sendo que em Portugal a 92.ª edição vai ser transmitida nos canais FOX e FOX Movies, a partir das 23h30, com a cerimónia a começar à uma da manhã.

Tal como no ano passado, este ano a cerimónia dos Óscares também não terá nenhum anfitrião, mas haverá muitas estrelas conhecidas do público a apresentar as várias categorias dos Óscares. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou a lista completa dos nomes de profissionais de Hollywood que vão marcar presença no palco: Jane Fonda, Josh Gad, Tom Hanks, Oscar Isaac, Sandra Oh, Natalie Portman, Chris Rock, Taika Waititi, Mahershala Ali, Utkarsh Ambudkar, Zazie Beetz, Timothée Chalamet, Olivia Colman, James Corden, Penélope Cruz, Beanie Feldstein, Will Ferrell, Gal Gadot, Zack Gottsagen, Salma Hayek, Mindy Kaling, Diane Keaton, Regina King Shia LaBeouf, Brie Larson, Spike Lee, Julia Louis-Dreyfus, George MacKay, Rami Malek, Steve Martin, Lin-Manuel Miranda, Anthony Ramos, Keanu Reeves, Ray Romano, Maya Rudolph, Mark Ruffalo, Kelly Marie Tran, Sigourney Weaver, Kristen Wiig e Rebel Wilson.

“Estamos gratas por ter um grupo tão dinâmico de apresentadores para ajudar a celebrar os filmes deste ano e esperamos ansiosamente por um espetáculo emocionante”, comentaram as produtoras desta edição dos Óscares Lynette Howell Taylor e Stephanie Allain.

A cerimónia contará com os habituais momentos musicais, das cinco músicas nomeadas ao Óscar de Melhor Canção Original: “Into The Unknown”, de “Frozen II”, interpretado por Idina Menzel e AURORA; “Stand Up”, de “Harriet”, interpretado por Cynthia Erivo; “I’m Standing With You”, de “Breakthrough”, interpretado por Chrissy Metz; “(I’m Gonna) Love Me Again”, de “Rocketman”, interpretado por Elton John; “I Can’t Let You Throw Yourself Away”, de “Toy Story 4”, interpretado por Randy Newman.

“Estamos empolgadas por ter um incrível grupo de nomeados e de intérpretes que oferecerão momentos musicais únicos que apenas podem ser vistos nos Óscares”, afirmaram as produtoras Lynette Howell Taylor e Stephanie Allain.

Quanto aos filmes, “Joker”, de Todd Philips, lidera com onze nomeações, que inclui as categorias de Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator (Joaquin Phoenix) e Melhor Argumento Adaptado. Seguem-se “O Irlandês”, “1917” e “Era Uma Vez em… Hollywood” todos com dez nomeações cada. Já “Jojo Rabbit”, “Mulherzinhas”, “Marriage Story” e “Parasitas” têm seis nomeações cada, enquanto “Ford V Ferrari” tem quatro nomeações e “The Two Popes” tem três.

Quem vai levar o Óscar de Melhor Filme para casa? É uma incógnita. Só saberemos na madrugada de segunda-feira quando o envelope for aberto. Apesar de as previsões indicarem claro favoritismo para “1917”, por ter vencido o Sindicato dos Produtores (Producers Guild Awards – PGA), o Globo de Ouro de Melhor Filme Drama, o BAFTA de Melhor Filme, entre outros prémios, o sul-coreano “Parasitas” pode ser a grande surpresa da noite.

A título de curiosidade, “Parasitas” é o décimo primeiro filme de língua não inglesa a ser nomeado para Melhor Filme e o sexto a ser nomeado para Melhor Filme Internacional e para Melhor Filme ao mesmo tempo. Nunca nenhum filme estrangeiro venceu o Óscar de Melhor Filme e “Parasitas” pode fazer história este ano. Seria também a primeira vez desde “Marty” (1955), de Delbert Mann, que uma Palma de Ouro em Cannes conquistaria também o Óscar de Melhor Filme.

Outra curiosidade é Martin Scorsese, que com a sua nona nomeação ao Óscar de Melhor Realizador, é o cineasta vivo mais vezes nomeado. Apenas William Wyler teve mais nomeações nesta categoria, com um total de 12. O vencedor desta categoria este ano deverá ser Sam Mendes, por “1917”. Esta é a sua segunda nomeação nesta categoria e sua quarta geral, incluindo suas nomeações de Melhor Filme e Argumento Original este ano. Ele ganhou o Óscar de Melhor Realizador por “Beleza Americana” (1999).

Os Óscares honorários desta edição já foram entregues a 27 de outubro de 2019 aos realizadores David Lynch e Lina Wertmüller e ao ator Wes Studi. O Prémio Humanitário Jean Hersholt foi para Geena Davis.

A temporada de prémios 2019/2020 termina esta noite com a entrega das estatuetas douradas mais desejadas pela indústria cinematográfica norte-americana. Entretanto as previsões do Cinema Sétima Arte podem ser vistas aqui. O Cinema Sétima Arte irá acompanhar em direto a 92.ª cerimónia dos Óscares.