Em maio já corriam rumores de que a cerimónia da 93.ª edição dos Óscares poderia ser adiada, em consequência da pandemia da COVID-19. Hoje, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas confirmou o adiamento de dois meses, passando de 28 de fevereiro para 25 de abril de 2021.

Há mais de um século, os filmes têm desempenhado um papel importante a confortarem-nos, inspirando e entretendo nos momentos mais sombrios. A nossa esperança, ao estender o período de elegibilidade e a data de entrega dos prémios, é proporcionar a flexibilidade necessária para que os cineastas finalizem e lancem os seus filmes sem serem penalizados por algo fora do controlo de qualquer pessoa”, disse o presidente da Academia, David Rubin, e o CEO da Academia, Dawn Hudson, em comunicado.

O canal ABC, que habitualmente transmite a cerimónia, confirmou a nova data de cerimónia, cinco dias antes da abertura do Museu da Academia de Cinema, a 30 de abril de 2021 (estava inicialmente previsto abrir a 14 de dezembro de 2020). “Os próximos Óscares e a abertura do nosso novo museu marcarão um momento histórico, reunindo fãs de cinema em todo o mundo para se unirem através do cinema.”

“Este ano encontramo-nos em território desconhecido e continuaremos a trabalhar com os nossos parceiros da Academia para garantir que a cerimónia do próximo ano seja um evento seguro e comemorativo que registe a emoção da abertura do Museu de Cinema da Academia”, disse Karey Burke, presidente da ABC Entertainment.

O Museu da Academia de Cinema, desenhado pelo arquiteto Renzo Piano, vencedor do Prémio Pritzker, e com seis andares para exposições, espaços educacionais e para eventos especiais, um estúdio de conservação, um restaurante, uma loja de museu, o David Geffen Theatre, com 1000 lugares, e o Teatro Ted Mann, com 288 lugares, abre finalmente a 30 de abril.

Esta é a quarta vez que os Óscares são adiados: a primeira vez foi em 1938, após grandes inundações em Los Angeles; depois, em 1968, a cerimónia foi suspensa após o assassinato de Martin Luther King Jr.; e novamente em 1981, após uma tentativa de assassinato contra o Presidente Ronald Reagan.

O anúncio dos nomeados dos Óscares 2021 será a 15 de março (segunda-feira), dando início à votação por parte dos membros da Academia (são mais de 9 mil) até ao dia 20 de abril. Este adiamento de dois meses vai levar a que toda a temporada de prémios, que habitualmente se inicia entre outubro e novembro, tenha uma nova calendarização de todos os prémios até abril.