Depois da sua estreia no Festival de Cannes 2019 e recentemente na sessão de abertura da 13.ª edição do Lisbon & Sintra Film Festival, “Passámos por Cá”, do cineasta britânico Ken Loach, estreia a 21 de novembro nas salas de cinema portuguesas.

O drama que nos transporta para o habitual realismo social a que Loach nos habituou na sua obra, neste caso sobre o quotidiano de uma família da classe operária, após a crise financeira de 2008, é segundo o Screen Daily “um dos seus melhores filmes”.

“Passámos por Cá”, protagonizado por Debbie Honeywood, Kris Hitchen Rhys Stone, conta a história de Ricky, pai de uma família de Newcastle, que luta arduamente para ultrapassar as dívidas, desde o colapso financeiro, em 2008. Na tentativa recuperar alguma independência, Ricky compra uma carrinha nova, que lhe possibilita adquirir um franchise de entrega de encomendas por conta própria. Mas as condições são arriscadas, com horários rigorosos, longas horas de trabalho e severas penalidades contratuais.

“[A história] não é só sobre a exploração dos trabalhadores, mas também sobre as consequências desta exploração nas suas vidas familiares e o modo como esta ressoa nas suas vidas pessoais. A classe média fala de um equilíbrio vida-trabalho enquanto a classe trabalhadora não se pode dar ao luxo de ter essa escolha.” – Ken Loach