Phoebe Bridgers vai estrear-se no cinema

Phoebe Bridgers

A cantora Phoebe Bridgers vai estrear-se no novo filme de terror da produtora A24, “I Saw the TV Glow”, de Jane Schoenbrun, que realiza e é autora do argumento.

No elenco, contudo, não será a única figura ligada ao mundo da música, já que se junta a outros músicos: Fred Durst, o vocalista dos Limp Bizkit, King Woman e Lindsey Jordan (AKA Snail Mail). Para além de músicas, encontram-se os actores Justice Smith, Brigette Lundy-Paine, Danielle Deadwyler,  Amber Benson, Ian Foreman, Michael Maronna, Conner O’Malley, Emma Portner, Danny Tamberelli e Helena Howard.

Lindsey Jordan (Snail Mail)
Lindsey Jordan (Snail Mail)

A história de “I Saw the TV Glow” centra-se em dois adolescentes marginais, interpretados por Smith e Lundy-Paine que se unem através do seu amor por um programa de televisão assustador. Quando este programa é misteriosamente cancelado, as fronteiras entre ficção e realidade começam a esboroar-se.

O último filme de Jane Schoenbrun, “We’re All Going to the World’s Fair”, teve a sua estreia em Sundance, em 2021, e foi bem recebido pela crítica especializada. A sua história tem semelhanças com o seu próximo filme, uma vez que se foca num grupo de adolescentes desenraizados obcecados com um um obscuro jogo de terror online, o World’s Fair Challenge.

We're All Going To The World's Fair
We’re All Going To The World’s Fair

A produção está a cargo da A24 e da produtora de Emma Stone, Fruit Tree, a par da Smudge Films e Sam Intili, e está nesta fase em pós-produção, embora ainda sem data prevista de estreia.

A A24 é, provavelmente, a mais prolífica produtora do presente e depois do êxito estrondoso de “Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo” e do badalado “Corpos Corpos Corpos”, não perde tempo em lançar-se num novo projecto.

Phoebe Bridgers está actualmente em tribunal numa contenda que a opõe ao produtor Chris Nelson, que lhe instaurou um processo em 2021 por difamação nas redes sociais, alegando que a cantora usou o seu perfil público no Instagram para publicar declarações falsas e difamatórias, algo que a cantora nega veementemente.

Skip to content