Premiados do Festival Internacional de Documentário de Melgaço 2021

O MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço – procura divulgar e premiar filmes que “que mostrem o ponto de vista do autor sobre questões sociais, individuais e culturais relacionadas com identidade, memória e fronteira”, e, o ano de 2021, entre 2 e 8 de Agosto, não foi excepção.

O regresso foi adiado um ano, devido à pandemia por Covid-19, e na edição deste ano tiveram 31 filmes a concurso, candidatos ao “Prémio Jean-Loup Passek e ao Prémio D. Quixote, atribuído pela FICC, Federação Internacional de Cineclubes. O Júri Oficial é constituído pelas realizadoras Julia Kushnarenko e Susana de Sousa Dias, pelo realizador Alessandro Negrini, pelo Professor e realizador Alfonso Palazón Meseguer e pela professora e programadora Jane Pinheiro. O Júri FICC tem como jurados António Francisco Pita, do Centro de Estudos Cinematográficos, Dagmar Kamlah, cineasta e curadora alemã e Dragan Miolinkovic, professor, produtor, dramaturgo e realizador sérvio”.

Os Premiados da edição de 2021 são:

MELHOR CURTA OU MÉDIA-METRAGEM INTERNACIONAL: 

3 LOGICAL EXITS, Dinamarca, Mahdi Fleifel, 2020, 14′

MELHOR LONGA-METRAGEM INTERNACIONAL

LIFE OF IVANNA, Renato Borrayo Serrano, Rússia, 2021, 82′

MELHOR DOCUMENTÁRIO PORTUGUÊS

AMOR FATI, Cláudia Varejão, Portugal, 2020, 102′

MELHOR CURTA OU MÉDIA-METRAGEM INTERNACIONAL

IMPERDONABLE, Marlén Viñayo, Espanha / El Salvador, 2020, 30′

MELHOR LONGA-METRAGEM INTERNACIONAL

ACASA, Radu Ciorniciuc, Roménia, 2020, 85′

MENÇÃO ESPECIAL MELHOR LONGA-METRAGEM INTERNACIONAL

LÚA VERMELLA, Lois Patiño, Espanha, 2020, 85′

MENÇÃO ESPECIAL MELHOR LONGA-METRAGEM INTERNACIONAL

COLOMBIA IN MY ARMS, Jenni Kivistö, Jussi Rastas, Finlândia, 2020, 91′

Este ano foi criado, em colaboração com o Museu de Cinema Jean-Loup Passek, o Prémio para o Melhor Cartaz de Cinema com produção portuguesa ou galega. O prémio será atribuído ao designer do cartaz vencedor por um Júri formado por Paula Tavares, Jorge Silva e Marcos Covelo.

Para além do Festival, há ainda espaço e oportunidade para a Oficina de Verão com Pedro Costa em colaboração com La Plantación – Encuentros y Conocimiento.

Skip to content