Foram revelados os nove candidatos ao Prémio Louis-Delluc 2018. O prémio é apresentado anualmente desde 1937 por um grupo de personalidades e críticos do cinema francês, em homenagem ao jornalista e cineasta francês Louis Delluc (1890-1924). Gilles Jacob preside o grupo de vinte membros. Em 2017, o vencedor do Prémio Louis-Delluc foi “Grave”, de Julia Ducournau. Os vencedores são anunciados no dia 12 de dezembro.

Prémio Louis-Delluc
La douleur, de Emmanuel Finkiel
Os Irmãos Sisters, de Jacques Audiard
Em Liberdade!, de Pierre Salvadori
Plaire, aimer et courir vite, de Christophe Honoré
Não Deixeis Cair em Tentação, de Cédric Kahn
Mes Provinciales, de Jean-Paul Civeyrac
Mademoiselle de Joncquières de Emmanuel Mouret
High Life, de Claire Denis
Ou Nadas ou Afundas, de Gilles Lellouche

Prémio Louis-Delluc de Primeiro Filme
Custódia Partilhada, de Xavier Legrand
Les Garçons Sauvages, de Bertrand Mandico
Sauvage, de Camille Vidal-Naquet
Shéhérazade, de Jean-Bernard Marlin
Retour à Bollène, de Saïd Hamich