Premios C7A 2013_1

Um mês depois de terem sido revelados os nomeados, o público votou nos seus filmes preferidos da 5ª edição dos Prémios Cinema 7ª Arte. Sem mais demoras, o western “Django Libertado” de Quentin Tarantino, foi eleito o Melhor Filme do Ano de 2013, tendo registado 38 votos (42.7%). O primeiro western do realizador americano que conta com bastante sangue, morte e uma divertida e inteligente sátira ao racismo, liderou a categoria desde o inicio das votações, tendo ficado em segundo lugar “Guia para um final feliz”, com cerca de 13% dos votos e “00:30 Hora Negra” foi o terceiro mais votado, com cerca de 7% dos votos. É de notar que em 20 nomeados, 7 filmes não receberam nenhum voto por parte do público.

Na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, sem grande surpresa o vencedor foi “A Gaiola Dourada” de Ruben Alves, com 31 votos (39.74%). No entanto, o filme mais visto do ano em Portugal não teve a vida facilitada. Lutou bastante pelo pódio com outro filme francês, “A Vida de Adèle”, que ficou em segundo lugar com cerca de 31% dos votos.

A co-produção portuguesa “Comboio Noturno para Lisboa” de Bille August, venceu na categoria de Melhor Filme Português, tendo recebido 38 votos (57.58%). Foi desde o inicio o líder, sendo que os dois restantes nomeados, “Terra de Ninguém” e “4 Curtas (Som & Fúria)”, lutaram constantemente pelo segundo lugar. No final, “Terra de Ninguém” ficou em segundo lugar com cerca de 24% dos votos.

Assim, o Cinema 7ª Arte tem o prazer de atribuir ao filme “Django Libertado” o Prémio de Melhor Filme do Ano, juntando-se ao quadro de vencedores de anos anteriores, “Quem Quer Ser Bilionário”(2009), “A Rede Social” (2010), “Cisne Negro” (2011) e “Amigos Improváveis” (2012).

Numa nota mais pessoal, o Cinema 7ª Arte não compreende porque durante estes cinco anos de existência as visitas ao site aumentem bastante, mas em contrapartida as votações nesta iniciativa anual têm baixado. Lamentamos que os nossos leitores não se interessem por este tipo de iniciativas. Poderá ser falta de divulgação da nossa parte, é possível. Como os filmes que seleccionamos podem não ir ao encontro dos gostos dos nossos leitores. Ou será a altura a menos apropriada para a realizar? Algo está mal, algo não faz sentido, visto que as visitas aumentam consideravelmente diariamente. Esta diminuição de votantes leva-nos a pensar se realmente compensa continuar com esta iniciativa dos Prémios Cinema 7ª Arte. Relembramos que o objectivo desta simples iniciativa é “destacar e premiar os melhores filmes nacionais e internacionais que estrearam em Portugal durante o ano corrente”, criando assim um espaço de interacção com os nossos leitores, que podem partilhar a sua opinião. Como foi referido no inicio, as visitas aumentam, mas o feedback por parte dos leitores é quase inexistente, o que nos leva também a pensar se vale a pena a existência deste site. Quanto à edição de 2014 não sabemos se se vai realizar. Em principio sim. Até lá, bons filmes!

 

Premios C7A 2013 - Vencedor Melhor Filme do AnoPremios C7A 2013 - Vencedor Melhor Filme Portugues Premios C7A 2013 - Vencedor Melhor Filme Estrangeiro

Tabelas dos resultados

Prémios Cinema 7ª Arte 2013_v1Prémios Cinema 7ª Arte 2013_v3 Prémios Cinema 7ª Arte 2013_v2