Terminou ontem a 16ª edição do do Festival de Cinema Queer Lisboa – festival de cinema LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros), no Cinema São Jorge, com a cerimónia de entrega dos prémios. O drama americano “Keep The Lights On”, de Ira Sachs, venceu o prémio de Melhor Longa-Metragem da secção competitiva. “Keep The Lights On é a crónica de uma viagem sexual e afectiva de dois homens em Nova Iorque, através do amor, amizade e dependência.”. O Júri decidiu ainda atribuir menções honrosas aos filmes “Beauty” de Oliver Hermanus e “She Monkeys” de Lisa Aschan. Na secção documental, o prémio de Melhor Documentário foi para a França, com “Jaurès”, de Vincent Dieutre. “Bankers, de António da Silva venceu o prémio de Melhor Curta-Metragem Nacional.

 

Secção Competitiva para a Melhor Longa-Metragem de Ficção

Melhor Longa-Metragem

Keep The Lights On, de Ira Sachs (EUA)

Menção Especial do Júri

Beauty, de Oliver Hermanus (África do Sul, França)

She Monkeys, de Lisa Aschan (Suécia)

Melhor Ator

Thure Lindhart em Keep The Lights On (EUA)

Deon Lotz em Beauty (África do Sul, França)

Melhor Atriz

Claudia Ohana e Vanessa Giácomo em A Novela das 8 (Brasil)

 

Secção Competitiva para o Melhor Documentário

Melhor Documentário

Jaurès, de Vincent Dieutre (França)

Menção Especial 

Olhe Pra Mim de Novo, de Claudia Priscila e Kiko Goifman (Brasil)

 

Secção Competitiva para a Melhor Curta-Metragem

Melhor Curta-Metragem Internacional

Along the Road, de Anette Gunnarsson e Jerry Carlsson (Suécia)

Melhor Curta-Metragem Nacional

Bankers, de António da Silva (Portugal, Reino Unido)

 

Prémio do Público

Melhor Longa-Metragem

A Novela das 8, de Odilon Rocha (Brasil)

Melhor Documentário

Vito, de Jeffrey Schwarz (EUA)

Melhor Curta-Metragem

Ce N’Est Pas un Film de Cow-boys, de Benjamin Parent (França)