Roger Federer: Prime Video prepara documentário sobre o fim da carreira do tenista suíço

Roger Federer 2012 1 Roger Federer 2012 2
Via: Britannica

O Prime Video aprovou a produção de um documentário em longa-metragem que relatará os últimos 12 dias da carreira profissional de Roger Federer no tênis. O fato foi reportado por Naman Ramachandran da Variety.

O documentário, ainda sem título, é descrito pelo Prime Video como “uma continuação íntima dos últimos 12 dias da ilustre carreira de Roger Federer. Originalmente um vídeo caseiro nunca destinado à exibição pública, o filme captura Federer em sua forma mais vulnerável e sincera, enquanto ele se despede de um jogo e dos fãs que moldaram sua vida nas últimas duas décadas”.

Nesta produção, em particular, foram capturados diversos momentos impactantes de sua carreira, transformando-a em uma jornada profundamente inspiradora. Além disso, a produção contará com entrevistas de rivais e amigos de Federer, incluindo Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray.

Realização

O documentário será realizado por Asif Kapadia, vencedor dos Óscares e do BAFTA pelo documentário sobre Amy Winehouse, “Amy” (2015), além dos premiados “Senna” (2010) e “The Warrior” (2001), e também do documentário “Diego Maradona” (2019).

 

A correalização é de Joe Sabia.

A ideia por trás da produção

De acordo com Federer, a ideia inicial era capturar os momentos finais de sua carreira profissional no tênis para que, posteriormente, pudesse compartilhá-los com sua família e amigos.

O tenista revelou que, durante sua carreira, evitou ter câmeras perto dele e de sua família, especialmente em momentos importantes. No entanto, não viu problema em filmar este momento, pois nunca foi planejado para o público.

Roger Federer

A carreira de Roger Federer é marcada por recordes, conquistas e um legado de excelência. Sua longevidade, talento e impacto no esporte o colocam entre os maiores tenistas de todos os tempos.

O suíço detém o recorde de maior número de campeonatos individuais masculinos de Grand Slam, com 20 títulos e 30 finais. Ele venceu o Aberto da Austrália seis vezes, o Aberto da França uma vez, Wimbledon oito vezes e o Aberto dos Estados Unidos cinco vezes, completando o Grand Slam da carreira em 2009.

Além disto, Federer estabeleceu o recorde de 302 semanas consecutivas como número 1 no ranking mundial. Notavelmente, aos 36 anos, tornou-se o número 1 do mundo mais velho.

Sua coleção de troféus inclui um recorde de 33 prémios ATP World Tour, dois prémios Arthur Ashe Humanitário do Ano, doze prémios Stefan Edberg de Esportividade, uma medalha de ouro olímpica em duplas em 2008 e uma medalha de prata olímpica em simples em 2012.

 

Lançamento

O documentário deve ser lançado em julho, para coincidir com o Campeonato de Wimbledon.

 

 

Skip to content