sala-de-cinema-icaro-viseu

Salas de cinema voltam a fechar em Portugal

Na sequência das novas regras do estado de emergência, impostas pelo Governo, todos os espaços culturais vão ser obrigados a fechar no dia 15 de janeiro (sexta-feira). Deste modo as salas de cinema voltam a fechar portas em Portugal, devido às novas medidas de contenção da COVID-19.

Os cinemas não fechavam portas há 7 meses seguidos, desde a sua reabertura após o primeiro confinamento, em junho de 2020. O novo confinamento começa à meia-noite de sexta-feira e o Cinema Ideal (Lisboa), o Cinema Medeia Nimas (Lisboa) e o Cinema Trindade (Porto) já anunciaram o encerramento das salas a partir do dia 15 de janeiro. Todas as outras devem anunciar em breve o seu encerramento.

Também a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema anunciou a suspensão e adiamento das sessões de cinema programadas a partir dessa data para data a anunciar oportunamente, “no momento em que seja anunciado pelas autoridades responsáveis a data de reabertura das salas de cinema e restantes recintos culturais.”

Não é certo ainda durante quanto tempo irão as salas de cinema permanecer encerradas, apesar de o primeiro ministro, António Costa, ter reiterado que as medidas serão reavaliadas daqui a 15 dias. No entanto, assume que deverão vigorar durante um mês inteiro.

Recordamos que 2020 foi o pior ano para as salas de cinema portuguesas nos últimos 10 anos e certamente um dos piores que há memória. Os cinemas portugueses registaram menos de 4 milhões de espectadores durante o ano transato.

Box Office português 2020: Menos de 4 milhões de espectadores foram ao cinema

Artigo atualizado às 21h52 do dia 13/01/2021