"Sparrows" (2015)_1

A Concha de Ouro para Melhor Filme da 63ª edição do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián, foi para “Sparrows”, um retrato sobre a transição abrupta da adolescência para a idade adulta, do cineasta islandês Rúnar Rúnarsson. O prémio Especial do Júri foi atribuído a “Evolution” de Lucile Hadzihalilovic e o prémio de Melhor Realizador foi para Joachim Lafosse, por “The White Knights”. Na secção Horizontes Latinos o prémio de Melhor Filme foi para “Paulina” de Santiago Mitre.

 

Secção Oficial

Concha de Ouro para Melhor Filme

Sparrows, de Rúnar Rúnarsson (Islândia/Dinamarca/Croácia)

Prémio Especial do Júri

Evolution, de Lucile Hadzihalilovic (França/Bélgica/Espanha)

Melhor Realizador

Joachim Lafosse, por The White Knights (Bélgica/França)

Melhor Ator

Javier Cámara, em Truman (Espanha/Bélgica)

Ricardo Darín, em Truman (Espanha/Bélgica)

Melhor Atriz

Yordanka Ariosa, The King of Havana (Espanha/República Dominicana)

Melhor Argumento

Arnaud e Jean-Marie Larrieu, por 21 Nights With Pattie

Melhor Fotografia

Manu Dacosse, por Evolution (França/Bélgica/Espanha)

Menção Especial do Júri

The Apostate, de Federico Veiroj (Espanha/Uruguai/França)

 

Horizontes Latinos

Melhor Filme

Paulina, de Santiago Mitre (Argentina/Brasil/França)

Menções Especiais

From Afar, de Lorenzo Vigas (Venezuela/México)

I Promise You Anarchy, de Julio Hernández Cordón (México/Alemanha)

 

Novos Realizadores

Premio Kutxa – Novos Realizadores

The New Kid, de Rudi Rosenberg (França)

Menção Especial

Drifters, de Peter Gronlund (Suécia)

Sex Life of Plants, de Sebastián Brahm (Chile)

 

Prémio do Público

Our Little Sister, de Hirokazu Koreeda (Japão)

Mountains May Depart, de Jia Zhang-Ke (China/França/Japão)

 

Prémio FIPRESCI

The Apostate, de Federico Veiroj (Espanha/Uruguai/França)