Semana Disney – Anos 90 (Eduardo Magueta)

A década de glória da Disney

“The rescuers Down Under”, “A Bela e o Monstro”, “Aladdin”, “O Rei Leão”, “Pocahontas”, “O corcunda de Notre Dame”, “Hércules”, “Mulan” e “Tarzan”. Destes nove filmes cinco ganharam Óscares. Dois Óscares para cada um destes: “A Bela e o Monstro”, “Aladdin”, “O Rei Leão” e “Pocahontas” ; e um para “Tarzan”. Todos estes prémios recebidos graças á musica das bandas sonoras.

 

Sou obrigado a reconhecer que a maior jóia da coroa Disney desta década é “A Bela e o Monstro” sendo este um dos únicos dois filmes de animação da Disney a ser nomeado para a categoria de melhor filme nos Óscares (O outro é “Up”de 2009); mas, o meu favorito desta década (e absoluto favorito de todos as longas metragem de animação Disney) é sem qualquer sombra de duvida “O Rei Leão” e é esse que vou nomear como o melhor da década. Claro que não é apenas o meu gosto pessoal pelo filme em si que impera a minha decisão mas sim também um facto que considero de louvar: O rei Leão é o filme de animação tradicional (desenhado e pintado á mão) de maior sucesso de sempre. O filme tem cerca de um milhão de desenhos.
 “O Rei Leão” é também um dos filmes mais vendidos nas lojas, tanto em VHS como em DVD.

 

Os números musicais são fantásticos e o “voice acting” é fenomenal, tanto na sua versão original como na versão portuguesa. Este foi já agora o primeiro filme da Disney a ser dobrado em português de Portugal e cujo sucesso incentivou a que a partir daí fosse feito com todas as outras animações.

 

Por estes e por muitos mais motivos que para compreender, basta ver o filme, “O Rei Leão” é assim o clássico Disney que mais marca a década de 90.