Estreia no próximo dia 5 de novembro, às 22h30, na RTP1, o filme “Sophia, na Primeira Pessoa”, realizado por Manuel Mozos, a propósito do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, uma das vozes maiores da literatura e poesia portuguesas.

Este filme é uma homenagem à vida e obra de Sophia, que foi recentemente apresentado no DocLisboa 2019. O realizador recorreu ao espólio pessoal da autora e usou imagens atuais dos locais onde viveu ou que lhe foram queridos, imagens de arquivo e partes da sua prosa e da sua poesia, sempre com testemunhos na primeira pessoa.

“Sophia, na Primeira Pessoa”, que nasce a partir de uma encomenda da Comissão das Comemorações do Centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen e da RTP ao realizador, é uma produção da Vende-se Filmes. A produtora de Filipa Reis e João Miller Guerra tem-se dedicado à produção audiovisual com abordagens inovadoras que promovem a reflexão sobre temas atuais e relevantes da sociedade contemporânea, do meio artístico, da cultura científica e da divulgação histórica, com forte sentido de serviço público e tendo em vista a internacionalização.

Recorrendo ao espólio pessoal da autora, a imagens atuais de locais onde viveu ou que lhe foram queridos, imagens arquivo fílmicas e televisivas; utilizando partes da sua prosa e da sua poesia sempre com testemunhos na primeira pessoa; do Porto a Lisboa, da Granja a Lagos, do mar Atlântico ao Mediterrâneo, da Grécia ao 25 de Abril: as paixões e decepções de uma vida e obra dedicadas à busca pelo real, a liberdade e a justiça. Sophia, na Primeira Pessoa, é a extensão da missão da poeta: “olhar, ver e dizer o que viu”.