O realizador de “Traffic – Ninguém sai Ileso” e da trilogia “Ocean’s” revelou no mais recente episódio do Flaviar’s NightCap Live que tem preparado um argumento para a sequela daquele que foi o seu filme de estreia no cinema, em 1989, “Sexo, Mentiras e Vídeo”.

A presença de Steven Soderbergh no programa tinha como intuito a promoção da sua marca de brandy, Singani 63, porém, o foco centrou-se num outro aspeto. A novidade chegou quando o anfitrião do programa, Dan Dunn, questionou Soderbergh sobre a forma como o realizador se tinha mantido ocupado durante a pandemia da COVID-19. O realizador norte-americano revelou ter aproveitado o tempo de quarentena para por mãos à obra. Para além da notícia do argumento do seu próximo filme, o experiente realizador deu também alguns conselhos para aqueles que aspiram ser argumentistas. Soderbergh não divulgou quaisquer detalhes sobre a história.

“Full Frontal – Vidas a Nú”, de 2002, foi considerado uma sequela espiritual de “Sexo, Mentiras e Vídeo”, embora não contivesse qualquer membro do elenco ou personagem do primeiro filme. O filme original teve estreia no festival de Cannes em 1989, arrecadando a Palma de Ouro. No ano seguinte, Soderbergh, que não se considera um argumentista, foi nomeado para o Óscar de Melhor Argumento Original. O filme acabou por ser preservado na Biblioteca do Congresso.

“Sexo, Mentiras e Vídeo” conta a história de um casal cujo marido se envolve com a irmã da sua mulher. A chegada de um estranho, com uma fantasia sexual incomum, faz com que tudo mude. O filme conta no elenco principal com os nomes de James Spader (“The Blacklist”), Andie MacDowell (“O Feitiço do Tempo”), Peter Gallagher (“Beleza Americana”) e Laura San Giacomo (“Pretty Woman – Um Sonho de Mulher”).

Steven Soderberghtem outros dois projetos em mãos. Trata-se de “Let Them All Talk”, uma comédia com Meryl Streep, que deverá estrear este mesmo ano, e ainda “Kill Switch”, um drama sobre crime com Jon Hamm e Don Cheadle.