CODA-Sundance

Sundance 2021: Vencedores

Terminou o Festival de Cinema de Sundance de 2021, que este ano teve grande parte das sessões em formato virtual, devido à pandemia. “CODA”, da realizadora e atriz Sian Heder foi o grande vencedor deste ano ao conquistar o Grande Prémio do Júri da Competição Drama dos EUA, o Prémio do Público e o Prémio de Melhor Realização.

“CODA” (a sigla significa Children of Deaf Adults) é um drama sobre Ruby, uma jovem, filha de pais surdos que vivem numa comunidade pesqueira de Massachusetts, dividida entre ser a intérprete dos pais com o mundo exterior e perseguir o sonho de uma carreira como cantora. O filme foi amplamente bem recebido pelo público e pela crítica e esteve em disputa pelos direitos de distribuição entre a Apple e a Amazon. A Apple venceu a luta e bateu o recorde do maior valor de aquisição de um filme no Festival de Sundance, pelo valor de 25 milhões de dólares. Protagonizado por Emilia Jones, o filme foi adquirido para ser integrado no catálogo da Apple TV+, sendo que ainda não se sabe a data da estreia. “CODA”, é um remake do filme francês “A Família Bélier” (2014), vencedor do Prémio César, na categoria de Melhor Atriz.

“Summer Of Soul (…Or, When The Revolution Could Not Be Televised)”, de Ahmir “Questlove”Thompson conquistou o Grande Prémio do Júri e o Prémio do Público da Competição Documentários dos EUA.

Competição US Drama
Grande Prémio do Júri
CODA, de Sian Heder
Melhor Realização
Sian Heder, por CODA
Prémio Especial de Júri por Melhor Interpretação
Clifton Collins Jr., em Jockey
Prémio Especial de Júri por Melhor Elenco
CODA
Prémio do Público
CODA, de Sian Heder
Prémio de Argumento Waldo Salt
Ari Katcher e Ryan Welch, por On the Count of Three

Competição US Documentário
Grande Prémio do Júri
Summer Of Soul (…Or, When The Revolution Could Not Be Televised), de Ahmir “Questlove” Thompson
Melhor Realizador
Natalia Almada, por Users
Prémio Jonathan Oppenhein de Melhor Edição
Kristina Motwani and Rebecca Adorno, por Homeroom
Prémio do Público
Summer Of Soul (…Or, When The Revolution Could Not Be Televised), de Ahmir “Questlove” Thompson
Prémio Especial de Júri por Realizador em Ascensão
Cusp, de Parker Hill e Isabel Bethencourt
Prémio Especial de Filme Experimental
All Light, Everywhere, de Theo Anthony

Competição Cinema Mundial Drama
Grande Prémio do Júri
Hive, de Blerta Basholli
Prémio do Público
Hive, de Blerta Basholli
Melhor Realizador
Blerta Basholli, por Hive
Prémio Especial de Júri por Originalidade
One for the Road, de Baz Poonpiriya
Prémio Especial de Júri por Interpretação
Jesmark Scicluna, por Luzzu

Competição Cinema Mundial Documentário
Grande Prémio do Júri
Flee, de Jonas Poher Rasmussen
Prémio do Público
Writing With Fire
, de Rintu Thomas and Sushmit Ghosh
Melhor Realizador
Hogir Hirori, por Sabaya
Prémio Especial do Júri de Impacto
Writing With Fire, de Rintu Thomas and Sushmit Ghosh
Prémio Especial do Júri de Cinema Verite
President, de Camilla Nielsson

NEXT
Prémio Inovação NEXT
Cryptozoo, de Dash Shaw
Prémio Público NEXT
Ma Belle, My Beauty, de Marion Hill

Skip to content