3   +   3   =  

A produtora Alce Filmes, e a Portugal Film – Agência Internacional de Cinema Português, anunciaram que “O Termómetro de Galileu”, a mais recente longa metragem de Teresa Villaverde, foi seleccionada para a 47ª edição do Festival Internacional de Cinema de Roterdão, a decorrer de 24 de janeiro a 4 de fevereiro. O filme tem a sua estreia na prestigiada secção Signatures, destinada a mostrar filmes de cineastas consagrados.

Na secção Signatures estarão outros 15 filmes, entre os quais “9 dedos”, de F. J. Ossang, co-produzido por Portugal, “Mrs. Fang”, de Wang Bing, e “O amante de um dia”, de Philippe Garrel.

O novo filme é um trabalho entre o experimental e o documental, filmado em Itália com a família do cineasta Tonino De Bernardi, um filme sobre a transmissão entre gerações, sobre o respeito que todos têm uns pelos outros, pela vida, e pela arte. Teresa assina a realização, a imagem, montagem e som.

Teresa Villaverde volta a Roterdão onde já apresentou os filmes “Transe” (2006), “Os mutantes” (1998) e “Idade maior” (1991). A sua última obra “Colo”, que estreou no Festival de Berlim em 2017, ainda aguarda estreia comercial nas salas de cinema portuguesas.