Tilda-Swinton-Ann-Hui-Veneza-2020

Veneza 2020: Tilda Swinton e Ann Hui vão receber Leão de Ouro de Carreira

A atriz britânica Tilda Swinton e a cineasta de Hong Kong Ann Hui vão ser distinguidas com o Leão de Ouro de Carreira do 77.º Festival Internacional de Cinema de Veneza, a decorrer de 2 a 12 de setembro.

A decisão foi tomada pelo Conselho de Administração da Bienal de Veneza, por recomendação do diretor do Festival de Veneza, Alberto Barbera.

Ao aceitar o prémio, Ann Hui declarou: “Estou muito feliz por receber esta notícia e ser homenageada pelo prémio! Estou tão feliz que nem consigo encontrar as palavras certas. Só espero que tudo melhore depressa no mundo e que toda a gente consiga sentir-se tão feliz como eu estou neste momento.”

A icónica atriz Tilda Swinton disse: “Este grande festival está próximo do meu coração há três décadas: ser homenageada por ele desta maneira é extremamente dignificante. Estar em Veneza, este ano, para celebrar o cinema imortal e a sua sobrevivência desafiante face a todos os desafios que a evolução pode colocar-lhe – a todos nós – será a minha verdadeira alegria”.

Sobre a atriz de filmes como “Temos de Falar Sobre Kevin” (2011) e “Grand Budapest Hotel” (2014), o diretor do Festival disse: “É unânime que Tilda Swinton é reconhecida como uma das artistas mais originais e poderosas a estabelecer-se no final do século passado. A sua singularidade reside na personalidade imponente e incomparável, versatilidade incomum, e uma capacidade de passar do cinema mais radical para grandes produções de Hollywood, sem nunca descurar a sua necessidade inesgotável de dar vida a personagens não qualificáveis e incomuns”.

Sobre Ann Hui, realizadora de filmes como “Summer Snow” (1995) e “Ordinary Heroes” (1999), Barbera disse: “Ann Hui é uma das realizadoras mais respeitadas, prolíficas e versáteis da Ásia dos nossos tempos; a sua carreira estende-se por quatro décadas e abrange todos os géneros de filmes (…) De maneira pioneira, através da sua linguagem e estilo visual único, não só capturou aspetos específicos da cidade e imaginação de Hong Kong, como os transpôs e traduziu para uma perspetiva universal.”

A programação da 77.ª edição de Veneza será anunciada no dia 28 de julho.

Veneza 2020: secções vão ter menos filmes