“Vitalina Varela”, o novo filme do cineasta português Pedro Costa, vencedor do grande prémio Leopardo de Ouro e do Leopardo de Prata para Melhor Atriz na 72.ª edição do Festival de Cinema de Locarno (Suíça), a mais importante premiação de um filme português de sempre, terá a sua estreia nacional no dia 31 de outubro, em trinta salas de cinema.

Cinco anos depois de ter vencido o prémio de Melhor Realizador no Festival de Locarno pelo filme “Cavalo Dinheiro” (2014), Pedro Costa regressou aos festivais com um filme dedicado à cabo-verdiana Vitalina Varela, que já tinha participado no filme anterior.

Com exibição já garantida em 25 cidades de todo o país, o filme estará a partir de 31 de outubro em estreia em 7 cinemas, – 4 em Lisboa (Ideal, Amoreiras, UCI El Corte Inglés, Nimas), 2 no Porto (Trindade e Alameda Shop & Stop) e em Coimbra (Alma Shopping). Dois dias depois, o Sábado 2 de novembro, será um dia especial em 8 cinemas NOS de todo o país, com uma sessão às 19:00 horas, em Almada, Aveiro, Braga, Cascais, Évora, Gaia, Oeiras e Vila Real. Para além destas cidades, o filme tem até agora estreia garantida também com cineclubes e em auditórios municipais em 14 outras cidades: Castelo Branco, Cartaxo, Famalicão , Faro, Figueira da Foz, Funchal, Guimarães , Montemor-o-Novo , Santarém, Setúbal, Tavira, Tomar, Viana do Castelo e Viseu.

O filme já foi apresentado nalguns dos mais importantes festivais, como Toronto, Hamburgo, Nova Iorque, Busan, Londres, e Mumbai.

Distribuído pela Midas Filmes, e produzido por Abel Ribeiro Chaves, Optec Filmes, o filme conta para além de Vitalina com a participação de Ventura, Manuel Tavares Almeida, Francisco Brito, Imídio Monteiro e Marina Alves Domingues.

Vitalina Varela, 55 anos, cabo-verdiana, chega a Portugal três dias depois do funeral do marido. Há mais de 25 anos que Vitalina esperava o seu bilhete de avião.