Washington DC Area Film Critics Association: Nomeados

Design sem nome 1 Design sem nome 2

Ontem (10), após uma reunião, os críticos da Washington DC Area Film Critics Association anunciaram os nomeados a sua premiação anual. O grupo reconhece as melhores realizações do ano cinematográfico de 2022. Os vencedores serão anunciados na segunda-feira, 12 de dezembro.

De forma apaixonada, o grupo trabalha em prol da defesa da total liberdade de expressão no cinema e na crítica de cinema – incluindo o direito do crítico individual de discordar das opiniões de seus colegas e para promover a conscientização pública de que o cinema é uma importante forma de arte e também um meio de entretenimento.

Recordamos que, ao longo de sua história, a WAFCA atraiu atenção internacional, respeito e credibilidade pela abordagem independente que o grupo adotou para homenagear a elite de Hollywood, muitas vezes servindo como um termômetro para identificar os vencedores dos Prémios Globo de Ouro e do Óscar.

Nesse quadro, em edições passadas, os vencedores da WAFCA foram: “A Rede Social (2010), de David Fincher“O Artista” (2011), de Michel Hazanavicius“00:30 Hora Negra” (2012), de Kathryn Bigelow“12 Anos Escravo” (2013), de Steve McQueen“Boyhood: Momentos de Uma Vida” (2014), de Richard Linklater“O Caso Spotlight” (2015), de Tom McCarthy“La La Land: Melodia de Amor” (2016), de Damien Chazelle“Foge!” (2017), de Jordan Peele“Roma (2018), de Alfonso Cuarón“Parasitas” (2019), de Bong Joon-ho e “Nomadland – Sobreviver na América” (2020), de Chloé Zhao.

Em resumo, todos os filmes citados acima foram nomeados ao Óscar de Melhor Filme. Entre eles, seis ganharam na categoria: “O Artista” (2011), de Michel Hazanavicius“12 Anos Escravo” (2013), de Steve McQueen“Boyhood: Momentos de Uma Vida” (2014), de Richard Linklater“O Caso Spotlight” (2015), de Tom McCarthy“Parasitas” (2019), de Bong Joon-ho e “Nomadland – Sobreviver na América” (2020), de Chloé Zhao, respectivamente. Ou seja, a WAFCA é um bom norteador para os Óscares.

Aliás, a WAFTA também laureou filmes memoráveis como: “O Senhor dos Anéis: O Regresso do Rei” (2003), de Peter Jackson“O Despertar da Mente” (2004), de Michel Gondry e “Este País Não é para Velhos” (2007), dos Irmãos Coen.

Em 2022, Tudo Em Todo O Lado Ao Mesmo Tempo, da dupla de realizadores Dan Kwan e Daniel Scheiner (‘Os Daniel’s) empatou com “Os Fabelmans”, auto-cinebiografia de Steven Spielberg, ambos conseguiram onze nomeações.

Detalhando melhor, além das categorias técnicas, o longa dos Daniel´s foi nomeado a: Melhor Realização, Atriz (Michelle Yeoh), Ator Secundário (Ke Huy Quan), Atriz Secundária (Jamie Lee Curtis e Stephanie Hsu), Argumento Original e Filme. Já o de Spielberg, além das técnicas, conseguiu nomeações em: Melhor Realização, Melhor Atriz (Michelle Williams), Melhor Ator Secundário (Paul Dano), Melhor Performance Juvenil (Gabriel LaBelle), Argumento Original e Filme.

Na sequência, temos Os Banshees de Inisherin”, de Martin McDonagh, que garantiu oito nomeações, incluindo: Melhor Realização, Ator (Colin Farrell), Ator Secundário (Brendan Gleeson e Barry Keoghan), Atriz Secundária (Kerry Condon), Argumento Original e Filme.

 

 

Confira os nomeados:

 

Melhor Filme:

  • The Banshees of Inisherin
  • Everything Everywhere All At Once
  • The Fabelmans
  • TÁR
  • Top Gun: Maverick

 

Melhor Realizador:

  • Todd Field (TÁR)
  • Daniel Kwan & Daniel Scheinert (Everything Everywhere All At Once)
  • Martin McDonagh (The Banshees of Inisherin)
  • Sarah Polley (Women Talking)
  • Steven Spielberg (The Fabelmans)

 

Melhor Ator:

  • Austin Butler (Elvis)
  • Tom Cruise (Top Gun: Maverick)
  • Colin Farrell (The Banshees of Inisherin)
  • Brendan Fraser (The Whale)
  • Paul Mescal (Aftersun)

 

Melhor Atriz:

  • Cate Blanchett (TÁR)
  • Viola Davis (The Woman King)
  • Danielle Deadwyler (Till)
  • Michelle Williams (The Fabelmans)
  • Michelle Yeoh (Everything Everywhere All At Once)

 

Melhor Atriz Secundária:

  • Angela Bassett (Black Panther: Wakanda Forever)
  • Kerry Condon (The Banshees of Inisherin)
  • Jamie Lee Curtis (Everything Everywhere All At Once)
  • Stephanie Hsu (Everything Everywhere All At Once)
  • Janelle Monáe (Glass Onion)

 

Melhor Ator Secundário:

  • Paul Dano (The Fabelmans)
  • Brendan Gleeson (The Banshees of Inisherin)
  • Barry Keoghan (The Banshees of Inisherin)
  • Ke Huy Quan (Everything Everywhere All At Once)
  • Ben Whishaw (Women Talking)

 

Melhor Elenco:

  • The Banshees of Inisherin
  • Everything Everywhere All At Once
  • The Fabelmans
  • Glass Onion
  • Women Talking

 

Melhor Performance Juvenil:

  • Frankie Corio (Aftersun)
  • Jalyn Hall (Till)
  • Gabriel LaBelle (The Fabelmans)
  • Banks Repeta (Armageddon Time)
  • Sadie Sink (The Whale)

 

Melhor Performance Vocal:

  • Rosalie Chiang (Turning Red)
  • Gregory Mann (Guillermo del Toro’s Pinocchio)
  • Ewan McGregor (Guillermo del Toro’s Pinocchio)
  • Sandra Oh (Turning Red)
  • Jenny Slate (Marcel the Shell with Shoes On)

 

Melhor Performance com Captura de Movimentos:

  • Sam Worthington (Avatar: The Way of Water)
  • Sigourney Weaver (Avatar: The Way of Water)
  • Zoe Saldaña (Avatar: The Way of Water)

 

Melhor Argumento Original:

  • Martin McDonagh (The Banshees of Inisherin)
  • Daniel Kwan & Daniel Scheinert (Everything Everywhere All At Once)
  • Steven Spielberg & Tony Kushner (The Fabelmans)
  • Jordan Peele (Nope)
  • Todd Field (TÁR)

 

Melhor Argumento Adaptado:

  • Rian Johnson (Glass Onion)
  • Patrick McHale, Guillermo del Toro (Guillermo del Toro’s Pinocchio)
  • Rebecca Lenkiewicz [Baseado no artigo do New York Times Investigation por Jodi Kantor, Megan Twohey e Rebecca Corbett; e no livro “She Said” por Jodi Kantor e Megan Twohey] (She Said)
  • Samuel D. Hunter (The Whale)
  • Sarah Polley [Baseado no livro de Miriam Toews] (Women Talking)

 

Melhor Animação:

  • Apollo 10½
  • Guillermo del Toro’s Pinocchio
  • Marcel the Shell with Shoes On
  • Turning Red
  • Wendell & Wild

 

Melhor Documentário:

  • All That Breathes
  • All the Beauty and the Bloodshed
  • Descendant
  • Fire of Love
  • Good Night Oppy

 

Melhor Filme Internacional:

  • All Quiet on the Western Front
  • Close
  • Decision to Leave
  • EO
  • RRR

 

Melhor Design de Produção:

  • Hannah Beachler, Production Designer; Lisa Sessions Morgan, Set Decorator (Black Panther: Wakanda Forever)
  • Catherine Martin, Karen Murphy, Production Designers; Bev Dunn, Set Decorator (Elvis)
  • Jason Kisvarday, Production Designer; Kelsi Ephraim, Set Decorator (Everything Everywhere All At Once)
  • Rick Carter, Production Designer; Karen O’Hara, Set Decorator (The Fabelmans)
  • Rick Heinrichs, Production Designer; Elli Griff, Set Decorator (Glass Onion)

 

Melhor Fotografia:

  • Roger Deakins (Empire of Light)
  • Larkin Seiple (Everything Everywhere All At Once)
  • Janusz Kaminski (The Fabelmans)
  • Hoyte van Hoytema (Nope)
  • Claudio Miranda (Top Gun: Maverick)

 

Melhor Montagem:

  • Matt Villa, Jonathan Redmond (Elvis)
  • Paul Rogers (Everything Everywhere All At Once)
  • Michael Kahn, Sarah Broshar (The Fabelmans)
  • Monika Willi (TÁR)
  • Eddie Hamilton (Top Gun: Maverick)

 

Melhor Banda Sonora:

  • Michael Giacchino (The Batman)
  • John Williams (The Fabelmans)
  • Alexandre Desplat (Guillermo del Toro’s Pinocchio)
  • Hildur Guðnadóttir (TÁR)
  • Hildur Guðnadóttir (Women Talking)

 

 

Skip to content