will-smith-oscares-2022-4

Will Smith demite-se da Academia

O ator Will Smith anunciou esta sexta-feira que vai abandonar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS), depois de ter agredido o humorista Chris Rock, durante a cerimónia da 94.ª edição dos Óscares, apelidando as suas ações de “chocantes, dolorosas e imperdoáveis”.

Em comunicado, Will Smith diz sentir ter “traído a confiança da Academia” e que privou “outros nomeados e vencedores da sua oportunidade de celebrar e ser celebrado pelo seu trabalho extraordinário (…) A lista daqueles que magoei é longa e inclui o Chris, a sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e o público global em casa”.

“Estou de coração partido. Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção pelas suas realizações e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema”, sustentou.

“(…) Estou a demitir-me da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e aceitarei quaisquer outras consequências que o Conselho considerar apropriadas. A mudança leva tempo e estou e comprometido em fazer o trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência se sobreponha à razão”.

O processo disciplinar iniciado no dia 30 de março, na reunião de emergência do Conselho de Governadores, para discutir as consequências para o vencedor de Melhor Ator, mantém-se. O ator disse que aceitará quaisquer consequências adicionais que o Conselho de Governadores da Academia considere apropriadas.

O presidente da Academia, David Rubin, respondeu à sua demissão, dizendo em comunicado: “Recebemos e aceitamos a demissão imediata do Sr. Will Smith da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Continuaremos avançar com os nossos processos disciplinares contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, antes da nossa próxima reunião do conselho agendada para 18 de abril.”

As consequências desta demissão de Will Smith, vencedor do Óscar de Melhor Ator por “King Richard: Para Além do Jogo”, são várias, como não poder mais votar nestes prémios (apenas membros votantes podem votar nos nomeados e vencedores). Outra consequência desta saída é que Will Smith não poderá apresentar a categoria de Melhor Atriz nos Óscares 2023 (por tradição, o vencedor de Melhor Ator apresenta sempre o prémio de Melhor Atriz no ano seguinte). Will Smith pode continuar a ser nomeado para os Óscares e outros prémios, assim como pode ser convidado para futuras cerimónias dos Óscares e pode manter o seu Óscar de Melhor Ator.

No entanto, a Academia ainda poderá aplicar outras sanções na sua reunião de 18 de abril, como por exemplo, impedir que o ator seja nomeado no futuro. Fica tudo em aberto, à espera de uma decisão da Academia, que pode ver nesta atitude de Will Smith de sair pelo seu próprio pé, um castigo duro o suficiente.

Na noite dos Óscares 2022, Will Smith agrediu Chris Rock e pouco depois voltava ao palco para receber o seu primeiro Óscar de Melhor Ator. No discurso agradeceu a toda a gente, menos ao agredido. Na terça-feira, Will Smith publicou na sua conta de Instagram um pedido de desculpas a Chris Rock, dizendo: “Eu estava fora da linha e estava errado” e acrescentou que reagiu emocionalmente porque “uma piada sobre a condição médica de Jada era demais para mim”.

Skip to content