2744

Já todos estamos conscientes do drama em torno da 88ª edição dos Óscares. A falta de diversidade étnica nos nomeados para as categorias de maior destaque – melhor ator, melhor atriz –  suscitou, e continua a suscitar, indignação entre os profissionais da indústria. Jada Pinkett Smith e Spike Lee foram dos primeiros a demonstrar o seu descontentamento e a ameaçar boicotarem a cerimónia. Will Smith, Mark RuffaloLupita Nyong’o estão entre as celebridades que também manifestaram o seu desagrado com as nomeações deste ano.

Barack Obama também não se mostrou indiferente à polémica racial e durante uma entrevista à Entertainment Weekly abordou o assunto.

“Penso que quando a história de todos é contado, criamos melhor arte. Criamos melhor entretenimento. Faz com que todos nos sintamos parte de uma família Americana. Dessa forma, acho que a indústria deve fazer o que qualquer outra indústria deve fazer – procurar talento e conceder oportunidades a todos. Esta controvérsia é apenas uma expressão de um problema maior: estaremos a garantir que todos têm as mesmas oportunidades?”

George Clooney também verbalizou uma opinião semelhante numa entrevista recente, pedindo maior empenho à indústria para que possa conceder oportunidades a todos, independentemente da sua etnia.

Nos dias que se seguem, certamente se irão fazer ouvir mais vozes sobre este assunto.