Cannes 2023: Confirmada estreia de “Killers of the Flower Moon”, de Martin Scorsese

Lily Gladstone e Leonardo DiCaprio em "Assassinos da Lua das Flores" ©Apple
Lily Gladstone e Leonardo DiCaprio em "Assassinos da Lua das Flores" ©Apple

O Festival de Cannes confirmou hoje que Martin Scorsese vai apresentar na 76.ª edição, em estreia mundial, o seu novo filme e muito aguardado “Killers of the Flower Moon”, protagonizado por Leonardo DiCaprio e Robert De Niro.

A confirmação foi feita pela organização do festival e pela Apple Original Films, que produziu o mais recente filme de Scorsese, que irá estrear na Seleção Oficial de Cannes 2023, o que já não acontecia desde que Scorsese apresentou o seu filme Nova Iorque Fora de Horas” (1985) na edição de Cannes 1986, onde conquistou aliás o prémio de melhor realização.

Realizado por Scorsese e escrito juntamente com Eric Roth, baseado no livro best-seller de David Grann com o mesmo nome, “Killers of the Flower Moon” conta a história verídica de uma série de terríveis assassinatos investigados pelo FBI em Oklahoma, nos anos 1920, que tiveram como alvo famílias indígenas que ficaram ricas com petróleo, conhecidos como os Osage. O caso foi mal conduzido pelo FBI, liderado pelo jovem J. Edgar Hoover, e é descrito como uma das mais arrepiantes conspirações da história norte-americana.

O filme é protagonizado por Leonardo DiCaprio, Robert De Niro, Lily Gladstone, Jesse Plemons, Cara Jade Myers, JaNae Collins, Jillian Dion e Tantoo Cardinal. Scorsese e elenco vão estar presentes na carpete vermelha mais famosa do cinema europeu. O filme será exibido no sábado, 20 de maio, no Grand Théâtre Lumière.

“Killers of the Flower Moon” tem estreia marcada nos cinemas mundiais a 20 de outubro, em parceria com a Paramount Pictures, seguindo posteriormente para a plataforma de streaming Apple TV+.

A presença de Scorsese em Cannes é quase um “habitué”, tendo ganho em 1976 a Palma de Ouro por “Taxi Driver” e em 1998 presidiu o Júri que entregou a Palma de Ouro ao realizador grego Theo Angelopoulos por “Eternity and a Day”. Quatro anos depois, presidiu o Júri da Cinéfondation e Curtas Metragens ao lado do realizador iraniano Abbas Kiarostami. Desde 1990, Martin Scorsese dirige a The Film Foundation, uma organização dedicada a proteger e preservar a história do cinema mundial. Nesta capacidade, ele representou vários filmes em Cannes Classics.

A 76.ª edição do Festival de Cannes realiza-se entre 16 e 27 de maio e o realizador sueco Ruben Östlund será o Presidente do Júri.

Skip to content