Terminou hoje a 25ª edição do Curtas Vila do Conde, com a habitual sessão de entrega de prémios. O grande prémio do certame foi entregue ao filme português “Farpões Baldios” de Marta Mateus. O júri (constituído por Nicole Brenez, Pela Del Alámo, António Preto, Dennis Lim e Georges Schoucair) considerou o filme “uma obra tão luminosa quanto exigente” que “revivifica uma linhagem de obras onde a infância desbloqueia os sofrimentos, os erros e a virtualidades do passado, tradição que devemos, entre outros, a Manoel de Oliveira, a António Reis e Margarida Cordeiro, a Teresa Villaverde”. O filme venceu ainda o Grande Prémio DCN Beers da Competição Internacional.

Na Competição Nacional o vencedor do Prémio BPI e Pixel Bunker foi “Où En Êtes-Vous, João Pedro Rodrigues?”, de João Pedro Rodrigues, um filme que, segundo o júri, é “capaz de fazer explodir tudo, e o mais depressa possível”, debatendo-se com o auto-retrato da humanidade por ela própria, empreendimento geral que é o cinema, ao mesmo tempo que desloca os princípios da autobiografia.”

Gabriel Abrantes venceu, pelo segundo ano consecutivo, o Prémio Blit para Melhor Realizador Português, desta vez com “Os Humores Artificiais”. Nas palavras do júri, o prémio foi atribuído ao realizador “pela sua fantasia romântico-tecnológica, por ter inventado o primeiro robot multigénero, por ironizar energicamente um mundo onde não queremos viver”.

Também pelo segundo ano consecutivo, a realizadora Rosa Barba venceu a Competição Experimental, com o seu novo filme “From Source to Poem”.

Na Competição Take One! foram entregues à curta-metragem “De Gente Se Fez História”, de Inês Pinto Vila Cova, o Prémio IPDJ, o Prémio Smiling, o Prémio Agência da Curta Metragem e o Prémio Restart.

Competição Internacional
Grande Prémio
Farpões Baldios de Marta Mateus (Portugal)
Melhor Curta de Ficção
Les Îles, de Yann Gonzalez (França)
Melhor Curta Documental
O Peixe, de Jonathas de Andrade (Brasil)
Melhor Curta de Animação
My Burden, de Niki Lindroth Von Bahr (Suécia)
Melhor Curta Europeia
Los Desheredados, de Laura Ferrés (Espanha)
Prémio do Público
Retouch, de Kaveh Mazaheri (Irão)

Competição Nacional
Melhor Filme
Où en Êtes-Vous, João Pedro Rodrigues?, de João Pedro Rodrigues (Portugal/França)
Melhor Realização
Gabriel Abrantes, por Os Humores Artificiais
Prémio do Público
Surpresa, de Paulo Patrício

Take One! (filmes de escola)
De Gente se Fez História, de Inês Pinto Vila Cova

Competição Experimental
From Source to Poem, de Rosa Barba (Alemanha)

Curtinhas
Revolting Rhymes Part One, Jakob Schuh e Jan Lachauer (Reino Unido)

Videos Musicais
Old Habits (Minta & the Brook Trout), de João Nicolau (Portugal)