Estreias da Semana (18-Abril-2013)

“A Oportunidade da Minha Vida”
de Nicolas Cuche
França – Comédia/Romântico– 2010
Sinopse: Desde muito jovem que Julien dá azar às mulheres com quem se relaciona. Azar com A maiúsculo – ele é um verdadeiro gato preto nas suas vidas! Ironicamente, quando Julien se resigna à ideia de que nunca vai encontrar o amor, conhece a maravilhosa e sensual Joanna Sorini e é amor à primeira vista. No entanto, desse dia em diante, a carreira profissional de Joanna e a vida amorosa de ambos, começam a mudar. Para muito pior…

“Um Homem a Abater”
de Niels Arden Oplev
EUA – Thriller – 2013
Sinopse: Victor é o braço direito de Alphonse, o líder de uma organização criminosa que está a ser perseguido por alguém que vai matando os membros do seu gangue e lhe envia notas ameaçadoras. Darcy, amigo de Victor que também trabalha para Alphonse, fica obcecado em descobrir quem é o assassino, tentando assim subir na organização criminosa. Entretanto Victor conhece Beatrice, uma misteriosa francesa que vive com a mãe, Valentine, num apartamento em frente ao seu. Victor começa a sentir-se atraído por Beatrice, mas acaba por descobrir que ela não é a mulher que aparenta ser, mas sim uma vítima à procura de vingança para a qual precisa da ajuda de Victor. Só que Victor também não é que ela esperava, mas um homem desesperado em vingar a morte da mulher e da filha. E quando estas duas pessoas, feridas e igualmente obcecadas com a procura de vingança se juntam, a química e o relacionamento intenso entre eles leva-os a executar um violento e catártico plano de vingança.

“Nome de Código: Paulette”
de Jérôme Enrico
França – Drama – 2012
Sinopse: Paulette vive sozinha num bairro de habitação social e recebe uma magra reforma, com a qual tem dificuldade em chegar ao fim do mês. Uma noite dá-se conta dos estranhos negócios que decorrem no seu prédio. É aí que decide lançar-se na venda de haxixe e, como em tempos foi uma reputada pasteleira, vai encontrar formas originais de começar uma nova carreira…

“O Caçador – Último Tigre da Tasmânia”
de Daniel Nettheim
EUA – Drama/Thriller – 2011
Sinopse: Martin David é um mercenário experiente enviado à Tasmânia para caçar um tigre que todos julgavam extinto desde os anos 30. Guiado por Jack Mindy, um guia local experiente, estabelece a sua base numa casa de campo onde habita Lucy Armstrong e os seus dois filhos, uma família cujo pai desapareceu misteriosamente. Habitualmente solitário, Martin começa a aproximar-se da família, mas à medida que esta ligação se torna mais forte, é arrastado para uma série de perigos inesperados que irão complicar a sua missão e colocar a sua vida em perigo.

“Os Amantes Passageiros”
de Pedro Almodóvar
Espanha – Comédia – 2013
Sinopse: Uma falha técnica (uma espécie de negligência justificada, embora isso pareça contraditório, mas os actos humanos também o são) põe em perigo a vida das pessoas que viajam no voo 2549 da companhia Península. Os pilotos esforçam-se para conseguir uma solução junto dos seus colegas na Torre de Controlo. As hospedeiras e o chefe do pessoal de bordo são personagens atípicas e barrocas que, em face do perigo, tentam esquecer os seus próprios problemas pessoais, entregando-se de corpo e alma à missão de tornar o voo o mais agradável possível para os passageiros, enquanto aguardam por uma solução. A vida nas nuvens é tão complicada como em terra, e pelas mesmas razões, que se podem resumir em duas: sexo e morte. Os passageiros da Primeira Classe são um casal que gosta de se divertir e ainda se encontra esgotado pela sua festa de casamento, um financeiro fraudulento, sem escrúpulos nos negócios mas também um pai afligido pelo abandono da filha, um conquistador inveterado e de consciência pesada que tenta dizer adeus a uma das suas namoradas, uma vidente da província, uma rainha da imprensa cor-de-rosa e um mexicano que esconde um grande segredo. Todos têm um projecto na Cidade do México, de trabalho ou de fuga. E todos têm alguma espécie de segredo, não só o mexicano. A ausência de defesas perante o perigo provoca entre os passageiros e a tripulação uma catarse generalizada, que acaba por se tornar a melhor forma de escapar à ideia da morte e que, desenvolvida em tons de comédia caótica e moral, preenche o tempo com sensacionais confissões que os ajudam a esquecer a angústia do momento.