FILE - In this Feb. 13, 2012 file photo, Chinese director Zhang Yimou poses during a photo call for his film "The Flowers of War" at the 62nd edition of the Berlinale, International Film Festival in Berlin. Zhang has admitted flouting his country's strict family planning rules by having three children with his wife, but rejected rumors that he had fathered seven children with several women. Zhang's office issued an open letter through its verified microblog account on the Twitter-like Sina Weibo site saying the director and his wife, Chen Ting, have two sons and a daughter. (AP Photo/Markus Schreiber, File)

Filmagens retomam na China

Quando as restrições devido ao coronavírus começam a acalmar na China, chegam as notícias de que as filmagens não só para cinema, mas também para a televisão, estão a retomar, embora sob normas de saúde rigorosas. De acordo com a China Global Television Network, alguns estúdios já voltaram ao trabalho depois de semanas em pausa devido à pandemia.

Apesar do país estar a começar a recuperar a sua economia e a acalmar nos protocolos de quarentena, as salas de cinema, que abriram brevemente este mês, continuam fechadas devido à preocupação de que possa surgir uma segunda onda de infeção e, devido a isto, os governos locais ofereceram subsídios à sua indústria fílmica em dificuldade.

Dia 28 de março, o Hengdian World Studios, um dos maiores estúdios de cinema do mundo, reabriu cinco bases e trouxe mais de vinte equipas de volta ao trabalho. O novo filme de Zhang Yimou “Impasse”, que tem como protagonistas Zhang Yi e Zhu Yawen, retomou filmagens.