Começou na passada terça-feira, dia 29 de janeiro, no Porto, a 3.ª edição do IndieJúnior Allianz Festival, um evento de cinema infantil e juvenil mais criativo e original”, que irá decorrer até ao próximo domingo, dia 3 de fevereiro.

O evento decorre no Teatro Rivoli, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, e, pela primeira vez, na Casa das Artes e na Reitoria da Universidade do Porto. Segundo a organização,esta edição tem como tema o lugar, um conceito que remete para a infância e juventude e que pretende levar-nos a derivações como o lugar do cinema, ocupar um lugar, o lugar da brincadeira, o lugar da imaginação, o meu lugar no mundo, etc.

O festival integra uma competição internacional de longas e curtas-metragens com cerca de 50 filmes recentes (ficções, documentários, animações), quase todos inéditos em Portugal, e que serão avaliados por três júris (oficial, escolas e público) que atribuem o palmarés do festival. O Júri Oficial da Competição Internacional é composto por Adélia Carvalho, Jorge Prendas e Wandson Lisboa. O Júri Escolas é constituído por três jovens estudantes do 12.º ano, Ana Nogueira, Ana Rodrigues Margarida Gaspar. Já o Grande Prémio do Público são nada mais, nada menos, do que as crianças.

Alguns dos filmes que poderão ser vistos durante o festival são: O Sapo e a Rapariga”, de Inês Oliveira (2018),A História Interminável”, de Wolfgang Petersen (1984), A Ilha do Tesouro, de Guillaume Brac (2018),O Peixe Pescador”, de Julia Ocker (2017), ouRazão entre Dois Volumes, de Catarina Sobral (2018). Está incluído também na programação dois clássicos do cinema mundial, são elesOs Salteadores da Arca Perdida”, de Steven Spielberg (1981), e Tempos Modernos”, de Charles Chaplin (1936).

O IndieJúnior Allianz tem como missão oferecer ao seu público-alvo a oportunidade de ver filmes (curtas e longas, animação, documentário e ficção) que não atingem os canais regulares de distribuição, permitindo o encontro com novas formas de ver e pensar o mundo que o cinema de autor proporciona.” A organização acrescenta ainda que o festival “pretende ainda estimular a produção nacional de filmes para a infância e criar um ambiente enriquecedor para os seus participantes, tanto nas contínuas exibições do festival, como nas atividades paralelas que realiza”.

O IndieJúnior será também organizado na cidade de Lisboa este ano, e irá decorrer entre o dia 2 e 12 de maio.