Maureen O'Hara

Morreu hoje a atriz irlandesa Maureen O’Hara, estrela ruiva da era de ouro de Hollywood, aos 95 anos. A atriz e cantora irlandesa faleceu em sua casa, em Dublin, de causas naturais. Conhecida pelos seus papéis de mulheres intempestivas, Maureen foi uma das últimas grandes estrelas a sobreviver à época dourada de Hollywood, entre os anos 1940 e 1950, tendo chegado a ser considerada a mais bonita do mundo. Ficou conhecida sobretudo pelas suas participações nos filmes “O Vale Era Verde” (1941), “De Ilusão Também Se Vive” (1947), “Rio Grande” (1950) e “O Homem Tranquilo” (1952).

Estreou-se no cinema britânico com uma participação em “A Pousada da Jamaica” (1939), de Alfred Hitchcock, tendo dado nas vistas o suficiente para partir para os EUA. Chegou a Hollywood em 1939 para participar no filme “Nossa Senhora de Paris” (1939), de William Dieterle, onde protagoniza com Charles Laughton. Mas foi em 1941 que Maureen se tornou num ícone, no clássico “O Vale Era Verde” (1941), de John Ford, onde este filma imagens oníricas de uma vila mineira galesa, na Irlanda. Depois vieram muitos filmes em technicolor, filmes de piratas, westerns, de guerra e comédias. Maureen foi homenageada com um Óscar honorário em 2014, pela sua grande carreira.

A atriz protagonizou em mais de 60 filmes, como por exemplo, “O Pirata Negro” (1942), “Sargento Imortal” (1943), “Aventuras de Buffalo Bill” (1944), “O Terror dos Sete Mares” (1945), “Sinbad, o Marinheiro” (1947)“No País dos Comanches” (1950), “McLintock, o Magnífico” (1963). O seu último filme no cinema foi “Eu, Tu e a Mamã” (1990), de Chris Columbuscom John Candy.

Ao longo da sua carreira trabalhou diversas vezes com o realizador John Ford e John Wayne, de quem era muito amiga. Trabalhou também com os seguintes realizadores: Alfred Hitchcock, John Farrow, Frank Borzage, George Sherman, Henry King, George Seaton, Lewis Milestone e Nicholas Ray.

Colaborou com grandes estrelas do cinema, como: Charles Laughton, George Montgomery, Douglas Fairbanks Jr., John Payne, John Wayne, Errol Flynn, Anthony Quinn e Alec Guinness.