MUVI Lisboa 2014: Programa

MUVI Lisboa 214_2

A primeira edição do MUVI Lisboa – Festival Internacional de Música no Cinema, o primeiro festival de cinema específico sobre música, já divulgou o seu programa oficial para os dias de 3 a 7 de setembro, no Cinema São Jorge. Na secção competitiva vão passar documentários como “True” de Paulo Segadães, “Mudar de Vida – José Mário Branco, Vida e Obra” de Pedro Fidalgo e Nelson Guerreiro, “Good Ol’ Freda” de Ryan White e “Marina” de Stijn Coninx.

Fora de competição, na secção Acordes Históricos, onde se destacam pela homenagem aos grandes nomes da música através de obras nacionais e internacionais, vão ser exibidos filmes como “A Batalha de Tabatô” de João Viana, “Cidade de Deus – 10 Anos Depois” de Cavi Borges e Luciano Vidigal e “Cure For Pain: The Mark Sandman Story” de Rob Bralver e David Ferino.

A secção Sessões Especiais, onde canais de entretenimento vão apresentar o que têm vindo a desenvolver neste último ano e são eles o Canal180, A música portuguesa a gostar dela própria, Offbeatz, FUEL TV PORTUGAL, FilmesDaMente, Videoteca Bodyspace.

O Muvi Lisboa dá igualmente destaque a “Tocha Pestana Apresentam Novos Vídeos”, citados como os “reis do turbo-baile e do tecno-punk”, os TochaPestana (de Gonçalo Tocha e Dídio Pestana) preparam-se para editar em setembro de 2014 o amplamente aguardado álbum de estreia. A dupla apresenta no MUVI Lisboa, em absoluta estreia mundial, o novo disco em versão vídeo, ou seja, uma impressionante coleção de videoclips dos singles que sucedem ao fabuloso “Pratica a tua Fé”.

Na secção Festivais de Música, espaço para apresentação de curtas-metragens de Festivais de Música, destacam-se os seguintes: “Do Mississipi ao Tejo” de Sérgio Diamantino, sobre o BB Blues Fest. “Fusing 2013 – After Movie”, “Driving Without License” (sobre o Primavera Sound 2013 – Porto), “Line Up” (antevisão do Primavera Sound 2014 – Barcelona), “Simple Things 2013”, “The Bonnaroo Experience” e “Meda+” (antevisão do festival), e muitos mais.

No alinhamento de 3 a 6 de setembro foram ainda incluídos “Showcases” de artistas convidados que trazem a sua música a palco e respetivos vídeos musicais, com espaço à conversa com o público. São eles Noiserv, PZ, NBC e First Breath After Coma. “DJ sets” a começar pela festa de abertura com PHIZZ, seguido de Beats&News vs Altamont e DJ Antena 3 nos restantes dias, e Hello Kinky a marcar presença na noite de encerramento do festival.

Selecção

Secção Competitiva

Odisseias Musicais – Palco Internacional

Marina, de Stijn Coninx

Our Vinyl Weighs a Ton, de Jeff Broadway

The Winding Stream, de Beth Harrington

Leave The World Behind, de Christian Larson

Das schöne Scheißleben, de Doris Dörrie

The Labèque Way, de Félix Cábez

Good Ol’ Freda, de Ryan White

Deep City, de Chad Tingle, Dennis Scholl, Marlon Johnson

Sudar U Dvorcu, de Arsen Oremovic

Odisseias Musicais – Palco Nacional

True, de Paulo Segadães

Stop Don’t Stop, de Ana Branco

Mudar de Vida – José Mário Branco, Vida e Obra, de Pedro Fidalgo, Nelson Guerreiro

The Alchemy Of Spirit, de Paulo Prazeres

Sonetos Cantados – Palco Internacional

Are You Okay, de Brewer

Too Old To Be New, Too New To Be Classic: 12 Years of DFA, de Max Joseph

Shape, de Johnny Kelly

Sonetos Cantados – Palco Nacional

Crooner Vieira – A Potência da voz e o romantismo não têm nada a ver com a idade!, de Catarina Neves

Frankie Chavez – Ao Vivo na Mimosa da Lapa, de Filipe Santos

Música à Moda do Porto, de Raquel Lemos

Voluta, de Mariana Belo

Canções Com Gente Dentro – Palco Internacional

Sine, de Maria-Ines Manchego

Who, When I Grow Up e Retrograde, de Martin de Thurah

Sequenz, de Benjamin Mege e Charles Klipfel do colectivo Dent De Cuir

Au, de Kenneth Karlstad

El Aguante, de Kacho López

Lazaretto, de Jonas e Francois

Digital Witness, de Chino Moya

Hourglass, de Rodrigo Amarante

Busy Earnin, de Oliver Hadlee Pearch

Fuckers, de Giorgio Testi

Water Fountain, de Joel Kefali

Allaxis, Sufferation, Parler le fracas, todas de Wasaru

Canções Com Gente Dentro – Palco Nacional

This is maybe the place where trains are going to sleep at night, (Noiserv) e After December (You Can’t Win, Charlie Brown), ambas do coletivo We Are Plastic Too

We Came In Peace, de João Costa

Barba, de Sara Feio e Dickon Knowles

Pobre e Rico, de Pedro Coquenão

Far From Everything, de Vasco Mendes

O Homem Que Dança, de Joana Areal

Cara, de André Marques

Sem Ponta Por Onde Se Pegue, de Alexandre Azinheira

Zenith, de Marcelo Engenheiro

Neve, de Sérgio Santos

Night Drive, de Eduardo Brito

Eles deram as mãos, de Chris Agnese e Gil Chagas

3 and a Half Pellets, de Luís Melim Pereira

Shoes For The Man With No Feet, de Edurado Brito

Belong, de Diana Antunes

Poeta Falhado, de Paulo Pinto

Paluí, de Carlos Silva e Pedro Almeida

Âncora e Vayorken, ambas de Artur Caiano

Secção Não-Competitiva

Acordes Históricos

Anyone Can Play Guitar, de Jon Spira

A Batalha de Tabatô, de João Viana

Cidade de Deus – 10 Anos Depois, de Cavi Borges e Luciano Vidigal

Cure For Pain: The Mark Sandman Story, de Rob Bralver e David Ferino

All in Black and Film, de Eduardo Morais

Música em Pó, de Eduardo Morais

Fonte: MUVI Lisboa