Noah-Baumbach-Netflix

Noah Baumbach e a Netflix formaram uma parceria exclusiva

No seguimento do sucesso das recentes colaborações de Noah Baumbach com a Netflix, o aclamado realizador – de filmes como “A Lula e a Baleia” (2005), “Greenberg” (2010) e “Frances Ha” (2012) – argumentista e produtor vai escrever argumentos e realizar filmes em exclusivo para a Netflix durante os próximos anos.

O primeiro filme de Baumbach com a Netflix foi “The Meyerowitz Stories (New and Selected)”, com Adam Sandler, Ben Stiller e Emma Thompson, que estreou na edição de 2017 do Festival Internacional de Cinema de Cannes e gerou um coro de críticas muito positivas. Seguiu-se o aclamado filme “Marriage Story”, com Adam Driver, Scarlett Johansson e Laura Dern, que recebeu seis nomeações para os Óscares.

O próximo filme de Baumbach será “White Noise”, uma adaptação do marcante romance “ruído branco”, de Don DeLillo. Baumbach vai produzir o novo filme com David Heyman, com quem colaborou na produção de “Marriage Story”. As filmagens começarão ainda este ano.

“Quando comecei na indústria do cinema, sonhava pertencer a uma casa. Levei cerca de 25 anos a consegui-lo, mas a espera valeu a pena. Não podia estar mais feliz por fazer filmes com o Ted, o Scott e toda a gente da Netflix, que, para além de maravilhosos colaboradores, são amigos e família.”, disse Noah Baumbach.

Ted Sarandos, Co-CEO e Chief Content Officer disse: “Há mais de duas décadas que o Noah cria argumentos e realiza alguns dos mais pessoais e influentes filmes do cinema americano. Quando começámos a trabalhar juntos, há mais de quatro anos, senti imediatamente que ele fazia parte da família, e estou feliz por estarmos finalmente a oficializá-lo.”

Scott Stuber, da Global Head of Netflix Films disse: “O Noah conta histórias humanas, autênticas e universais. Sinto-me honrado e empolgado em igual medida por poder colaborar com o Noah num terceiro projeto, por a Netflix ser a casa de mais dos seus projetos e por ele continuar a fazer o que faz melhor: criar grandes filmes.”

Skip to content